PesquisaMorte:

ArquivoMorte

CadastroMorte

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

terça-feira, 15 de agosto de 2017

AnimeMorte: Dragon Ball Super - Como as coisas andam.

Enquanto a nova postagem sobre jogo não sai (Kingdom Hearts - Re-Chain of Memories chegando) fiquei com um baita tempo livre então, bora falar de Dragon Ball Super e algumas atualizações, coisas boas, coisas ruins, impressões, previsões (óbvias) e desabafos. 


Esse post tratará da animação "Dragon Ball Super" do episódio 1 ao 102 (atual), e não pouparei spoilers. Leia por sua conta e risco... mas é algo bem simples ta.


Boa leitura 
(economizei em imagens pois to me focando na seleção de fotos da próxima postagem)


Se por acaso você leu meus outros posts sobre Dragon Ball Super, principalmente a que fiz metendo o pau nos gráficos e história toda esburacada, fique ciente que eu não mudei de ideia ATÉ o episódio 101. As coisas mudaram de uma forma repentina e aliviante, começando pelos gráficos, que finalmente se acertaram, não apenas nos novos episódios, mas nos antigos... e já já explico isso. A história por outro lado, ainda ta meio bagunçada mas parece estar indo pra algum lugar, usando uma fórmula bem antiga de DB, mas infelizmente funcional.

Vamos la, por partes, "O Primeiro Arco"



Dragon Ball Super começou com uma adaptação dos dois últimos filmes (Batalha dos Deuses e Retorno de Freeza). A história sofreu alterações críticas, não só na arte, que foi terrivelmente devastada, mas do enredo também. Na minha opinião, algo que "cortaram" e era de grande impacto pra toda a franquia era a tal "Transformação de Super Sayajin Deus", mostrada no primeiro filme.

Essa transformação consistia em uma aparência fraca e rejuvenescida, sem massa muscular avantajada, e com os cabelos e olhos vermelhos, no começo. 

Sim, a transformação tinha duas etapas, onde primeiro surgia a forma divina, com cabelinho vermelho, e depois todo o poder era "absorvido" pelo Sayajin, onde ele mantinha toda a força conquistada com a forma divina, mas em seu corpo normal, sem nem se dar conta.

Isso ocorreu no filme, mas no anime foi simplesmente ignorado. Questão essa bem pejorativa considerando que, uma das grandes lições de moral do filme era justamente o fato de "deus estar dentro de você", ou simplesmente o fato de Goku não depender de poderes e transformações pra lutar, só bastava ele acreditar e se impor ao máximo, tanto que diferente do que ocorre no anime, Goku da uma surra em Bills estando em sua forma natural (porém com o poder divino absorvido).

Enfim, isso foi tirado no anime, pra ser recolocado posteriormente... o que é na minha opinião a maior enrolação da história... mas vamos continuar...

No mesmo arco ocorrem adaptações dos dois filmes que vão do episódio 03 ao 29 se não me engano, depois disso começa uma história original (nos episódios 1 e 2 é uma história original pra inaugurar o anime e os "novos traços", abandonados em seguida... na primeira apresentação...).



Ocorrem as transformações de Super Sayajin Blue que, aparentemente eram de um poder inigualável, mas no final das contas são inferiores ao poder de um Super Sayajin "Dedicado". Goku e Vegeta apanham tanto na forma Blue que é desanimador, pois essa deveria ser a forma mais poderosa deles... pior é que Trunks consegue supera-los!

Segundo Arco



O "Segundo Arco" mostra uma batalha entre dois universos, o 6° e o 7°, onde Bills e seu oposto, Champa, tentam se matar e pra não destruir os universos na luta, decidem usar lutadores em seus lugares. Cada um escolhe 6 guerreiros e manda pra pancadaria, num torneio improvisado em cima de uma Super Esfera do Dragão. 

Super Esferas do Dragão são alias o prêmio do vencedor, que no fim, é Goku e seu universo, os quais desejam a restauração da Terra do universo do Champa, pra ele ter comidas boas igual o Bills. É...

Bem, o torneio não tem nada de mais, só mostra uns caras genéricos do outro universo, como um Sayajin (que nesse universo, é um herói), que aprende a ser SSJ graças a Vegeta, um Freeza 2.0 que trapaceia e quase mata Goku, mas é desclassificado por isso, e também um cara que tem controle sobre o tempo. 

Esse cara... ele da um coro em Goku, que aprende a prever os movimentos só pra derrota-lo. Detalhe que esse cara depois que o torneio termina é contratado pra matar Goku, pelo próprio Goku... e ele CONSEGUE.

Ocorre uma das maiores ofensas à lógica de DBZ, onde Goku morre, e se auto-ressuscita com Ki, jogado pro universo que volta e o reanima, depois de Piccolo declarar que ele morreu. 

No final do torneio, um deus dos deuses chamado Zenou aparece, e pede pra ser convidado na próxima pois quer assistir e se divertir também. Zenou fica acima de todos os universos e ele quem decide quem existe e quem não existe. Ele é temido e respeitado por todos, exceto Goku, que vira seu brother, e promete encontrar um amigo pra ficar 100% do tempo com ele.



É... Goku ganha até um controle remoto pra chamar ele quando bem entender, e ele usa esse controle... no futuro... literalmente no futuro....

Terceiro Arco



No "Terceiro Arco", a história é sobre o Trunks do futuro, que volta outra vez para pedir uma força pros Sayajins do passado. Um guerreiro tenebroso matou geral, e ta espalhando o caos, e Trunks não da conta.

A história mostra o vilão, que é o próprio Goku, do futuro, que teve seu corpo tomado por um Deus de OUTRO UNIVERSO (destaquei pois é importantíssimo lembrar disso) que simplesmente odeia o Goku, viajou no tempo, foi justamente pra linha de tempo do Trunks do futuro, convenceu sua versão nesse tempo a se unir a ele e exterminar todos os seres mortais. Detalhe: Ambos usaram as Super Esferas do Dragão para desejar Vida Eterna pra um e o Corpo do Goku pro outro. De quebra, o novo "Goku", que se auto denominou "Black" (e usa cores escuras nas roupas) atingiu um poder divino chamado "Super Sayajin Rosê", com cabelos rosas e mais poderoso que qualquer outra forma sayajin, pois tem total controle do ki e é mortal.



Enfim, Goku e Vegeta viajam pro futuro, tomam surras (sim, plural, pois eles viajam duas vezes e apanham duas vezes), descobrem sobre o Deus de OUTRO UNIVERSO que viria a se tornar vilão, e eliminam no presente (tempo de Goku e Vegeta), com ajuda de Bills e descobrem que isso NÃO ALTERA OUTRAS LINHAS DO TEMPO. Só que isso cria um Anel que só deuses usam. Cada mudança drástica no tempo gera um novo anel e NEUTRALIZA a linha do tempo que foi modificada. 

Pois ai rola algo maravilhoso: Na segunda viagem, depois de muita enrolação, onde Black usa um desses aneis pra ir até a linha do tempo de Goku, mas volta pra do Trunks, dai revela que matou TODOS OS OUTROS DEUSES de TODOS OS 11 UNIVERSOS e também exterminou TODOS OS MORTAIS de TODOS OS 11 UNIVERSOS, exceto a Terra, que ele deixou por último por frescura contra Sayajins, e no fim, deu de cara justamente com Trunks, naquele futuro todo ferrado onde só sobrou ele por causa dos Androides 17 e 18, lembra?

Pois é, é ai que rola a última luta, que termina com Trunks eliminando a fusão dos dois deuses (o com imortalidade e o com o corpo de Goku, que eram a mesma pessoa mas de tempos diferentes) com uma transformação Super Sayajin 50% Blue (ele desperta uma aura amarela contornada de azul) e uma Espada de Genkidama. 



Ainda assim, a parte imortal da fusão se propaga pelo universo e ai todo mundo quase morre, até Goku brilhantemente convocar Zenou, o Deus dos Deuses DAQUELE TEMPO e o mesmo, pasmo pelo monstro destruidor de universos, decide apagar tudo, todos os universos. Antes disso Goku, Vegeta, Trunks e a namorada dele vão pro tempo de Goku e fim.



Mas, Trunks não fica la, ele decide viajar pro passado, e retomar sua vida, e ele escolhe um período anterior ao tempo em que o deus de outro universo surtou e bem, sabe-se deus pra onde ele foi. A questão é que não foi pro universo zerado pois, Goku faz questão de ir pra la, busca o Zenou que tava vagando no vazio, e o leva para seu tempo, pra dar de amigo ao Zenou do presente.

Beleza, agora pelo amor de deus, me diz se você entendeu essa diarreia narrativa!?

Sim, eu to me esforçando pra explicar o enredo, mas acredite, não dá. Vou citar alguns pequenos detalhes que derrubam toda essa asneira:

1 - Zenou tava vivo mas não fez nada depois de um deus de um universo interferir em outro universo, e pior, eliminar inúmeras raças e universos, viajar no tempo, eliminar Esferas Divinas, e ainda conspirar contra a ordem natural que o próprio Zenou é responsável por manter.

2 - Um deus de outro universo destrói todos os outros, como se não fossem nada, e ataca justamente um planeta de outro universo que, nem tem mais o cara que ele tanto odeia.

3 - A quebra de fronteira entre os universos ocorre basicamente por causa de Goku e Bills, que interagem quando não deveriam. Os deuses não deveriam ter um contato tão próximo aos mortais, principalmente os da destruição, mas isso ocorre, e consequentemente rola o Torneio dos Universos do segundo arco. Por causa disso, por ventura, o deus de outro universo que não tinha nada haver com eles (nem era do universo do Champa, o oposto do Bills) acaba descobrindo a Terra, e Goku. Só que, Goku nem existe no universo de Trunks, e é justamente o deus do universo do Trunks que bota pra fod3r. A rixa justamente contra a Terra não faz sentido, não contra a Terra toda zoada de Trunks.

4 - Tem mais, é só ler o resumo de novo que você vai perceber. Eu adoro lidar com teorias paradoxais, e amo viagens no tempo. Também sei que a base racional de Dragon Ball não é la tudo aquilo, mas ainda assim, os caras exageraram de uma forma descomunal. Isso pois nem citei o Xenoverse, jogo canônico que mostra o que ocorre quando alguém ousa mexer no tempo, inclusive mostra as consequências do próprio Trunks... mas vamos manter o foco em DBS.

Quarto Arco


O quarto arco, que é o atual, fala do Grande Torneio do Poder, onde todos os universos irão participar, com 10 representantes de cada, em uma batalha campal de 48 minutos terrestres pela sobrevivência dos universos. Os dois Zenous (sim, são dois agora graças ao Goku e Trunks) decidem que tem universo de mais, e querem diminuir isso ai. Quando Goku aparece e cobra o tal torneio que eles sediariam, eles decidem que é uma boa ideia por todo mundo pra se matar, e só os fortes sobrevivem. 

Rola uma enrolação de 10 episódios até o torneio começar, e o tempo dele segue padrão Namekusei. Sabe os 3 minutos de Freeza? Pois é, imagina 48 minutos assim, é justamente esse o formato do torneio. Cada episódio mostra alguns segundos, que levam os 18 minutos do anime pra se desenrolar. É muito grito, muito "tê-tê-tê-tê", explosões onde não tem ninguém, e saca, é Dragon Ball. 

Mas, o curioso é que Goku não é, nem de longe, o mais forte. Existem guerreiros de outros universos muito mais poderosos que ele, e é mencionado durante as "lutas preliminares" (participam apenas o universo de Goku e um outro que são considerados os PIORES em poder de luta), que tem muito universo com o nível de luta la no alto, e é isso mostrado, com guerreiros pastelões, mas alguns muito curiosos e poderosos... mas ai vem algumas coisas pra se mencionar...

É dito que existem 11 universos, todos são espelhados, como é o caso dos universos 6 e 7 (Bills vs Champa). Mas o que se vê no torneio são versões alternativas do universo do Goku mesmo, com uma versão heroica da Tropa Guiniu, Robôs como os apresentados em GT (sim, GT não conta pra uns, mas pra mim conta... pif...) Animais Antropomorfos como os muitos da Terra, e por ai vai. São seres que não são tão diferentes, e no fim, parecem tudo do mesmo universo. Inclusive, sabe a raça que ensinou Teletransporte pro Goku em suas viagens, que deram a roupinha com babados brancos e tal? Pois é, tem em outro universo, e não é o espelhado! (é um de Sailor Moons). 

Enfim, até o momento, dois universos já foram apagados, apareceram Super Sayajins femininas (uma sendo a versão feminina de Broly, do filme antigo cânone do "Verdadeiro Super Sayajin") e tipo, tem muita, mas muita coisa idiota rolando. 



Mas em resumo, tudo indica que vai rolar algo ruim com os dois Zenous. Eu acredito que não haverá fim pro torneio, e que os Anjos (raça do Wiiz) vão se rebelar contra Zenou. Dos dois universos apagados, só um dos anjos lamentou, e o anjo patriarca, que serve Zenou, parece ficar feliz a cada universo destruído. Tudo aponta pra que eles sejam os novos "vilões"... Freeza... meu deus tem isso.



Freeza ta no grupo da Terra, substituindo Majin-boo, com direito a Aura (afinal ele ta morto) e tipo, ele assumiu um papel desnecessário de Rival, exatamente o que Vegeta já simboliza. Há pequenas diferenças como o fato de Freeza não deixar de ser mau e querer matar todo mundo, mas ainda assim, ele é um vilão de DBZ extremamente importante e vilanesco, que marcou um dos momentos mais importantes da franquia: A transformação Super Sayajin. 

Porém, agora ele virou substituto de elenco, e ta até meio apagado no torneio. O Androide 17, que é um dos mocinhos (nesse caso justificável, pois ele seguiu o mesmo destino da 18, só que sem um Kuririn) ta aparecendo e significando mais pra saga do que o próprio Goku! Sim, Goku ta tomando surra atrás de surra, e olha que ele ta apelando viu, usando sua forma blue várias vezes.

Enfim, o torneio já mostra como vai "terminar" na abertura, com Goku e Gohan lutando lado a lado, provavelmente os remanescentes do 6° Universo. E tem um detalhe que muita gente ta exaltando de forma exagerada: A "nova" transformação de Goku.



Não vai ter transformação nova... é apenas a forma deus despertando novamente. Lembra o que cortaram do filme? Pois é, eles vão reimplementar, mas nesse 4° arco, fazendo Goku virar um deus pra despertar o poder de um deus, e assim ficar no nível dos demais participantes, sem mudar de forma. Ele até vai ficar com cabelo vermelho, mas é temporariamente, mesmo esquema do filme. O poder ficará em seu interior.

Pelo menos é isso que eu acho. No episódio 104 ele aparece trocando de forma e intercalando entre a vermelha e azul, e em conversa com um amigo que acompanha os mangás descobri que o Vegita também sabe virar vermelho, sendo a única diferença entre ambas as formas o fato da vermelha ser mais leve, e a azul ser mais pesada em termos de consumo de ki. 

Dito isto, pode ser que haja de fato uma nova transformação, e pelas imagens divulgadas ela conta com olhos prateados.... mas sei la, eu não espero grandes coisas não. Acho que vou começar a acompanhar o mangá, pois ele parece ser mais detalhado e convincente que o anime...

Enfim... é isso.

No final, provavelmente, Goku vai usar as Super Esferas pra unir todos os universos, inclusive os apagados, e ai nascerá o universo de GT. O que ocorrerá com os deuses?! Sei la, talvez nada... talvez tudo... é assistir pra saber.

Dragon Ball Super ta legal, mas ainda tem muito pra melhorar... alias... para os sortudos da nova geração que vão assistir dublado, o anime foi reeditado.

Sabe os traços desajeitados e ridículos que saíram na versão original? Pois é, na Cartoon Network (onde começou a passar dublado) a arte ta melhorada (é a versão dvd Blu-Ray, que teve os traços corrigidos). Ao que percebi, tão contornando e ajustando a arte pra algo mais profissional, e ta bonito.



Um bom exemplo é a cena do Goku SSJ3 tomando surra de Bills, eles arrumaram...

Nos episódios atuais, passaram a adicionar sombreamento e detalhes, e ta mais bonito. Ta ao mesmo nível dos 2 primeiros episódios, o que significa que a "preguiça" finalmente parou, e Akira pode ficar satisfeito com uma animação melhorzinha. 

Bem, Fim de Comentário.

Bora voltar pro cronograma da Morte de Agosto!!!

See yah!!!

8 comentários:

  1. Ótima Análise mano vc tem um talento excepcional para fazer posts.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sr curtiu!? Fico surpreso e feliz, esse post foi só um tipo de passa-tempo, com algumas coisas que faz tempo que queria falar. Sr, obrigado pela leitura! E obrigado por gostar do meu trabalho.

      Excluir
  2. otima analise shady esta muito boa e engraçada, mais na parte do episodio 5 que teve uma melhora na arte na luta entre o goku sayajin 3 e o bills não é no dvd mais sim no blu-ray e infelizmente vai ter a transformação nova do goku mais o nome da transformação não foi revelada aqui esta a imagem da revista v-jump que revela a tal transformação nova:

    https://kanto.legiaodosherois.com.br/fnoop/wp-content/uploads/2017/08/legiao_tUroTqnsAPNkOl4ILXJhYZ_p3zeEcCvRdHajf9uSWy.jpg

    - megapikachu (sim eu mesmo daquele post do Resident Evil 7) rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoo, eu sou péssimo em diferenciar blu-ray de dvd... te juro que pra mim é tudo a mesma coisa (pra você ver o tamanho da ignorância audiovisual kkk) mas, vou corrigir. Sobre a transformação, vi gente mencionado a forma mística de Gohan, mas no Goku, mas sério, eu acredito que seja só a transformação deus do filme, com o poder incorporado.

      Enfim, valeu sr Megapikachu...

      Excluir
  3. Sinceramente, eu assisti a saga Black e fiquei muito confuso com essa história de troca de corpo, e por causa do meu amigo fanboy que dizia que o black era o maior vilão do dragon ball, e tudo que é jogo que aparece o Black fala que é o mais apelão, por isso desistir de assistir a saga black

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Black é um tipo de filler de Dragon Ball Super, sem ser filler.

      Filler é quando um anime é produzido sem ter base no mangá (no caso, uma saga ou alguns episódios), criando assim algo original pra televisão, mas sem ligação real com o que vemos na fonte (o mangá). Como Dragon Ball Super não tem mangá em que se basear, não da pra categorizar conteúdo filler ou real apenas pela saga, é preciso assistir e perceber o que faz parte ou não do universo DB. Observação: O mangá de Dragon Ball Super é baseado no anime (inverteram as coisas) e o mangá ta arás do anime em história, além de contar muita coisa de forma diferente e alternativa com relação a animação... doidera né?!

      A saga Black apresenta uma trama repleta de furos, como Mai no futuro, um deus do 11° universo interagindo com um universo que nem é espelho do dele, interação essa promovida pelo fato de Trunks ter viajado ao passado na linha alternativa de Goku, onde eles conhecem o 11° universo por causa da viagem e esse encontro gera o interesse do Zamasu em Goku e... ah não da pra explicar. Eu sempre lembro da Patrulha do Tempo de Xenoverse e já percebo que Trunks viajar no tempo não faz o menor sentido no universo de DB, não mais. Além do mais, no fim Goku leva o deus supremo pro tempo dele, violando todas as leis universais sem qualquer consequência, e pior, Trunk volta pro passado em um tempo que foi apagado pelo deus supremo. Não faz sentido mesmo sr.

      Excluir
  4. Gostei bastante, o torneio do poder ficou muito épico kkkkkk. Um anime que eu acho que valeria a pena falar sobre é ynuyashiki, eu ainda n vi tudo mas, o vilão é tão escroto e legal ao mesmo tempo kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O torneio do Poder só ficou bem esticado, mas ficou legal sim. Estou ansioso pela analise que virá em breve.

      Sobre Ynuyashiki... não conheço mas verei assim que tiver livre, vlw.

      Excluir

Seguidores do Google+