PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

domingo, 10 de janeiro de 2016

AnimeMorte: Dragon Ball Super - A tragédia de uma adaptação que se tornou repetição.

Pelo título já da pra ver que será uma analise crítica...

Dragon Ball Super



Ainda não terminou, atualmente se encontra no episódio 25, mas mesmo com a subtrama se desenvolvendo lentamente, já deu no saco.

Antes de ler, saiba que eu não dou a mínima pra spoiler... mas se você já viu os 2 filmes recentes de Dragon Ball (Dragon Ball - Batalha dos Deuses e Dragon Ball - Ressurreição de Freeza) não haverá spoiler algum, no máximo você entenderá melhor os filmes e a ideia do criador de DB.

Então, aproveite a leitura.

Ah... acho que criticar esse anime virou modinha, alias, criticar essa nova fase do anime. Dragon Ball sempre foi um anime aclamado, e desde seu "final" pelo Dragon Ball GT, muitos começaram a xingar e falar mal da temporada, dizendo que até o final de Dragon Ball Z, era oficial, o que surgiu depois não.

Se você não conhece Dragon Ball (duvido muito pois então não teria aberto essa análise) aqui vai um resumo:

Dragon Ball é um anime, baseado em uma série de mangá, escrita e desenhada por um cara chamado Akyra Toriyama. Ele é genial, seus traços são geniais, e únicos. Da pra saber quando foi ele que desenhou de longe, com seus rostos triangulares e assimétricos.

Ele participou da animação de alguns outros projetos como Dragon Quest...


Blue Dragon...


e Chrono Trigger...


E repare que sua arte é indiscutivelmente reconhecível.

Mas, seu melhor trabalho foi o Dragon Ball, tal qual é, como a maioria dos trabalhos da humanidade, uma cópia adaptada de algo que já existia. Diga o que quiser, Superman e Goku tiveram uma origem parecida de mais, tem uma personalidade igualzinha de mais, e bem, é idiotice dizer que DB nasceu a partir do zero, porque não nasceu não.


Uma mescla de uma Lenda Chinesa com a história do super herói da DC, transformou a ideia do menino com rabo de macaco e poderes de luta supernaturais que veio do espaço pra dominar o mundo mas acabou se tornando a salvação do mundo, se tornou realidade.

Alias, esse parágrafo anterior já é um resumo da história de DB. Claro que há muito mais história e ao longo dos anos, conforme mais e mais mangás surgiam, a história foi ficando cada vez mais... elaborada.

Dragon Ball na real é a história de um menino com rabo de macaco que não sabe nada sobre sua origem e se une a uma garota de cabelos azuis para procurar 7 esferas do dragão, que dizia a lenda que quando juntas, poderiam realizar qualquer desejo. Em sua aventura ele e sua parceira de viagem conhecem várias outras pessoas, enfrentam inimigos temíveis, e o garoto até participa de torneios de luta, além de conhecer grandes e eternos amigos, como o Kuririn.


A história tem muito mais detalhes, existem resumos no YouTube, como do vídeo abaixo, que resume o começo de Dragon Ball Z (há também vídeos do Dragon Ball - fase criança, mas não achei com legenda)


Esse vídeo faz parte de uma série do YouTube, que resume de forma engraçada e animada os episódios de Dragon Ball Z. Acredite, por mais doido que seja, por mais engraçado e parodiado que possa parecer, essa é a história real de DBZ, de forma resumida e satirizada.

Tem uma versão da saga Z em que tiraram as partes de enrolação e deixaram só o necessário pra render a história. Dragon Ball Z tem muitas cenas paradas em que os personagens ficam conjurando e carregando seus poderes, ou ficam com troca de olhares constantes, daí criaram o "Dragon Ball Z Kai" que é a mesma história, encurtada com o corte das partes de encheção de linguiça. Daí, tem a versão "Kai" do projeto do TFS também, que ao invés de 20 minutos, gasta apenas 2:


Esses caras são geniais, eu ainda acompanho os lançamentos, as vezes vejo em inglês, mesmo sem entender muito bem o idioma, porque é muito engraçado.

Bem, depois de se aventurar pelas esferas, o garoto com rabo cresce, e ai começa a proteger o planeta com seus superpoderes. Ele também descobre que pertence a uma raça de alienigenas chamada Sayajin, que foi aniquilada da face do universo, com o planeta explodido por uma entidade chamada Freeza (é ai que entra a parte de Superman). Daí rola luta e mais luta, o garoto que agora é homem e não tem mais o rabo luta contra o tal Freeza em outro planeta, que explode no fim... e por ai vai.

A informação de destaque é a transformação do cara Sayajin, tal qual descobre o poder de ficar loiro sem água oxigenada, e com muito mais poder, quando se irrita, se transformando em um Super Sayajin.


Depois disso ocorrem mais batalhas, aparece um novo inimigo chamado Cell, fortão e tudo mais (O Team Four Star ta resumindo essa parte atualmente) que só é derrotado quando o cara do rabo que não tem mais o rabo vira um Super Sayajin nv 2, o que seria praticamente a mesma coisa, só que com mais raios em volta do corpo e mais poder ainda.


Daí, surge outro inimigo chamado Majin Boo, e o cara chamado Goku se transforma num Super Sayajin nv 3, que seria a versão ainda mais tunada de sua transformação loira, mas com todo o pelo do corpo indo pra cabeça, deixando ele com um cabelão e sem sobrancelhas.


Depois dessas fases, chega o fim da história aceita como oficial pelos fans, daí vem a saga GT, que conta a história de Goku voltando a ser criança por causa das Esferas do Dragão e um desejo que um antigo inimigo dele, chamado Pilaf, faz.


Nessa saga, a forma Super Sayajin nv 4 aparece, onde Goku tem pelos crescendo em boa parte de seu corpo, ruivos, enquanto seu cabelo também cresce e fica na cor natural, preto.


Bem, no final da saga GT, Goku vira um deus... pelo menos é o que parece, e se funde ao Dragão das Esferas do Dragão, tal qual só aparecia quando as 7 esferas estavam juntas, sendo ele o responsável pelos desejos.

Enfim, a saga GT é repudiada e rejeitada pelos fans, que dizem que a ideia de enfraquecer o protagonista pra torna-lo mais forte era ridícula, além da história ser totalmente zoada, onde as Esferas do Dragão, que se espalhavam após cada desejo, por toda a Terra, haviam se espalhado por todo o universo, e Goku, junto com sua neta Pan e Tranks, filho de seu rival Vegeta, viajam pelo espaço buscando as esferas em diferentes planetas.


Os fans disseram que isso é ridículo, e soa mesmo, entretanto já foi mostrado, ainda na primeira fase da saga Z, que haviam e poderiam existir esferas em outros planetas, já que seus criadores, os Namekuseijins, tinham suas próprias esferas do dragão em seu planeta natal, e também tinham no planeta Terra, pois o guardião da terra era dessa raça... alias é o planeta deles que explode após a luta de Freeza e Goku, na primeira fase da saga Z.

Por que toda essa explicação? Calma, você entenderá no fim.

Muito tempo depois do fim de DBZ, surgiu O Filme. Sempre tiveram filmes de DB, como por exemplo o que conta a história de Broly, o primeiro Super Sayajin, bem como o filme do pai Goku, e por ai vai. Alias, a Team Four Star resumiu, de sua forma parodiada e animada, a maioria dos filmes de DBZ, onde eles ficaram "compactos" com uns 20 a 30 minutos no máximo. Vale muito a pena assistir. Deixarei um dos filmes abaixo: "A História de Trunks"


Mas surgiu um filme que se passava pouco tempo depois do fim de DBZ, com a derrota de Majin Boo. E ainda por cima, surgiram boatos de que este era o primeiro de vários filmes que contariam e continuariam a história de Son Goku (é como ele é chamado oficialmente), acompanhados, escritos e desenvolvidos pelo próprio Akira Toryiama.


O primeiro filme, "A Batalha dos Deuses", conta uma história simples, em que Goku tem de se transformar em um Super Sayajin nv Deus, para lutar contra o deus da destruição, Bills. Mas a história é engraçada, e os motivos para a batalha também, o que aparentemente remetia as origens de Dragon Ball. Ele serviu principalmente pra mostrar que haviam muitos outros universos além do de Goku, e que mesmo ele sendo o mais poderoso de seu universo, haviam entidades e criaturas mais poderosas ainda, como Bills.



Daí, um tempo depois, saiu nos cinemas mais um filme: "A Ressurreição de Freeza" que não só trazia mais uma transformação Super Sayajin, uma após o nv Deus, mas também marcava o inicio de mais uma saga para Dragon Ball, com a promessa de que após esse filme, voltariam a sair episódios em Anime de Dragon Ball, numa saga intitulada "Dragon Ball Super".



Curiosidades: "Super" era o título original para a fase adulta de Goku nos animes, mas acabou saindo "Z" por engano, daí o "Z" pegou e ficou assim mesmo.

Dragon Ball em sua versão mangá não tem subtítulos, não tem nem Z, nem Super, é apenas Dragon Ball, da fase criança a fase adulta de Goku.

Daí saiu o anime, seu primeiro episódio, com traços incríveis e muito bem feitos, com um profissionalismo de dar inveja e que prometia de mais. Além disso, uma história humanizada de Dragon Ball foi abordada, mostrando Goku vivendo e não apenas lutando. Parecia mesmo que haviam voltado às origens de DB. Claro, que a paz não duraria pra sempre, mas era interessante mostrar algo além de luta e mais luta, de transformações e mais transformações... mas a alegria não durou.



A pior surpresa de todas veio no 3° episódio (se não me engano) onde a história começa a mostrar vestígios de que ocorre antes do primeiro Grande Filme (Batalha dos Deuses)...

Não deu outra, a história se passava antes do filme, alias, era pior ainda, a história ERA A MESMA DO FILME!

Por alguma razão extremamente estúpida, decidiram dividir o filme em episódios, e vender como se fosse o anime! E como se isso já não fosse um desrespeito com os fans, a qualidade visual do "anime" era inferior, muito inferior a do filme.



A adaptação do filme pra anime lembrou o estilo de cópia de desenho em que você coloca uma folha por cima e contorna com base no traço visto pela transparência da folha.



Foi anunciado que a saga Super já estava planejada para mais de 100 episódios, porém, até o episódio 25, os 2 filmes foram resumidos. Ah é, tem isso também: depois de alguns (muitos, 10 ou mais) episódios resumindo o primeiro filme (cada com 18~20 minutos, onde juntos ficam maiores que o próprio filme), surgiu um episódio já introduzindo a Ressurreição de Freeza. Ou seja, do primeiro pro segundo filme, não passou quase tempo nenhum.

Foi (está sendo) trágico. Eu acompanho Dragon Ball Super, sei que por não gostar eu deveria parar, é o certo a se fazer... porém estou curioso pra ver onde essa bobagem vai chegar. "Bobagem" por conta da péssima adaptação, pois o trabalho dos fans consegue ser melhor e mais respeitoso que o trabalho atual do próprio Akira Toryiama (ele quem assina, mesmo sendo desenhado por uma equipe, ele quem é responsável por isso vir ao público, e vem em seu nome).

Fato é, que já ficou óbvio qual será a grande super história de Dragon Ball Super: A busca pelas 7 Esferas dos Universos.

Posso estar enganado, mas depois do acréscimo que fizeram ao trecho do filme "A Ressurreição de Freeza" em que Goku assiste a transformação de Freeza em "Gold Freeza" (tal qual foi transformada no episódio 25 do anime), ficou meio óbvio que o novo inimigo que virá após Bills e Freeza, a versão gorda de Bills, está atrás das Esferas Universais. Ele se encontra bom Bills acidentalmente, e o mesmo estranha o fato dele estar no 7° Universo, já que ele era o deus da destruição do 6° Universo. Depois de cortar o assunto e forçar uma briguinha, cada um vai pra um lado e bem, ele diz que "Já temos 5, faltam apenas duas, não deixe que o Bills descubra o que estamos procurando." pra sua parceira/treinadora.



Todos os episódios tiveram alterações toscas, a mais marcante na minha opinião foi logo no inicio, quando Goku vira Super Sayajin Deus, com os cabelos vermelhos. No filme, o poder "deus" dele acaba no meio da luta, mas ele continua lutando com força total e vence Bills, em sua forma Sayajin. Isso serviu para mostrar que o poder "deus" estava dentro dele, na sua vontade e espirito de luta. No anime isso foi totalmente rejeitado e ele "venceu" Bills em sua forma ruiva mesmo (o que é triste, pois a mensagem do filme foi muito melhor).

Enfim, enfim, enfim... qual era meu ponto...

Lembra-se que citei GT e a revolta/rejeição dos fans para com seu enredo nada ver? Pois é, uma viagem pelo espaço em busca de Esferas do Dragão... daí, surge a história incrível oficial de Dragon Ball Super: A busca pelas esferas no espaço!...

Nossa...

Falta de criatividade é pouco, pois se fosse apenas o enredo o problema, seria idiotice reclamar. Mas a qualidade visual do anime está inferior... veja essa imagem:



Agora veja essa:




A primeira é uma cena do Filme, e a segunda é a cena equivalente a ela, no Anime. 
(E olhe que na imagem que eu postei ta com desfoque...)

Poxa, o trabalho ta feito de qualquer jeito, e  mesmo que seja só pra fazer uma ponte pra continuação espacial, é muito desrespeitoso. Pense no tamanho do Markenting que foi feito para as pessoas irem até os cinemas assistir ambos os filmes, dai vem a mesma história, de graça, pra todo mundo ver, na televisão e de péssima qualidade, com a mesma história, mas com partes importantes que surgiram no filme ignoradas para a versão anime, o que simplesmente desconsidera os filmes, tornando eles material Canônico, sendo que eles deveriam ser oficiais.

Resumindo, aqui temos um anime ainda em processo, sendo lançado semanalmente, com episódios que são fragmentos dos filmes, que repudiam informações dos próprios filmes. 

Além disso, a história que está por vir é um tipo de "releitura" da saga rejeitada, e uma oficialização de algo que já não agradou na primeira vez. GT, está de volta... eu gostei do GT, bem mais que do Super, afinal o Super está sendo desrespeitoso... algo que GT não foi (mesmo com suas transformações forçadas.) Existe até uma teoria que diz que em GT surgiu o verdadeiro Super Sayajin (o Gorila Gigante Amarelo em que Vegeta se transforma quando está possuído por Baby... é, doidera).

Agora, ver um Super Sayajin Especial, de cabelos azuis cintilantes, depois de ter visto um Super Sayajin Deus de cabelos ruivos e anoréxico (num mundo em que todo mundo, até as crianças, são halterofilistas) não soa melhor que um Super Sayajin com o corpo cheio de pelos vermelhos, um rabo e cabelos escuros. 



Bem, pra finalizar...

O anime não esta sendo original nem muito feliz com as adaptações e alterações com relação aos filmes, e está bem inferior até mesmo aos desenhos mais antigos. Mas, algo que poderiam explorar seriam os furos dos filmes, poderiam tentar explicar as coisas que não ficaram claras... o principal exemplo é: Jaco.



Eu assisti varios episódios de DBZ, DB e até alguns filmes, mas nunca vi esse personagem. Daí ele apareceu no 2° Filme, e deu um show de pancadaria na luta contra os 1000 de Freeza (tal qual foi cortada na versão animada). Fato é que eu não entendi quem ou o que ele é, não pelo filme.

Em pesquisa, descobri que Jaco é um personagem exclusivo do mangá que interagiu com a irmã mais velha de Bulma, Tights, durante o período infantil de Goku (e de Bulma também que era bem pequena).



Ele criou um laço amistoso com Tights (e sua família) nesse período, e durante a Ressurreição de Freeza, ele reapareceu . O cara nada mais é que um Patrulheiro Galático, responsável pelo "Setor da Terra".



No passado, ele veio até a Terra para impedir que Goku a destruísse, foi justamente nesse período que ele conheceu Bulma. Claro que Goku nunca chegou nem perto de destruir o planeta, mas originalmente ele foi mandado pra Terra como um soldado Sayajin, ainda bebê, tal qual cresceria e amadureceria, até que tivesse poder para acabar com o planeta. Esse era um tipo de tradição dos Sayajins. Jaco não teve nada haver com a amnésia de Goku (o que causou sua transformação de vilão pra mocinho, antes mesmo de sair da fase bebê) mas ele estava la.



Quando Freeza voltou a vida, Jaco foi o primeiro a saber, e foi avisar a Bulma. Isso ocorreu tanto no anime quanto no filme, porém em nenhum dos dois foi explicado quem ou o que ele era. Seria algo interessante para fazer, uma vez que nem todos os fans de Dragon Ball conhecem os spin-offs do mesmo.

Enfim, é isso rs. Espero que não tenha ficado chato. 

Até a próxima.

31 comentários:

  1. Belo post Sr Carinha, sou muito fan de DBZ, e AMO DBZ Abridged, sobre o Goku ter copiado o Superman, bom, acho que foi mais uma inspiração mesmo , e sobre DBS: É melhor ver o filme do Pelé

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ps: Mais um anime reconendado: Cowboy Bebop

      Excluir
    2. Nunca houve uma combinação tão perfeita entre a frase do Chaves e algo ruim pra assistir.

      Excluir
    3. 26 episódios... parece uma boa. Sr, vlw por ler o post, e vlw por ter curtido rs. Eu tava com isso entalado e precisava postar. Eu tinha prometido que no próximo DBS que eu assistisse eu escreveria uma matéria rápida.... e bem, eu cumpri minha promessa rs.

      Excluir
    4. Bom também tem Devilman , que é um OVA , e também tem Akira, que é filme (embora o mangá seja melhor)

      Excluir
    5. Logo após a analise de Elfen Lied eu irei assistir esses.

      Excluir
    6. Também te recomendo os filmes de Hokuto no Ken(pois a série tem mais de 100 episódios , sem contar a continuação.

      Excluir
    7. Se for bom, posso acompanhar a série sem problemas. Mas irei seguir suas recomendações. Obrigado sr Tuth!

      Excluir
    8. Bom , a continuação não é muito boa , mas a primeira parte sim, apesar dos problemas dos animes dos anos 80, e este anime recebeu uma live action americana bem mais cedo que outros animes.

      Excluir
    9. Hoo, se recebeu live action é porque é bom. A galera só curte interpretar coisas realmente boas.

      Excluir
    10. Mas não foi muito bom não esse live action (também acho que era difícil fazer cenas de pessoas explodindo de dentro pra fora )

      Excluir
    11. Só vendo pra comprovar... filmes antigos tinham a tendencia de ter efeitos especiais mais... completos e simples... do que os atuais. Um bom live action porém não precisa de efeitos, mas sim de enredo. Tem que ser uma adaptação impecável do que já existe, para um formato realista, não importa o quão surrealista o original possa ser.

      Mas eu verei...

      Excluir
    12. Verdade, Hokuto no Ken live action não é tão ruim quanto dragonball(os caras nem escreveram o nome certo) evolution.

      Excluir
    13. CARACA é mesmo, o nome é oficialmente errado! Ainda bem, seria dificil de engolir "aquilo" como um DB em Live Action. Um dia sai o filme real do Dragon Ball.

      Excluir
    14. Mais fácil sair um Sexta Feira 13 sem tetas

      Excluir
  2. "Sei que foi ruim mas pelo menos nos divertimos,não é?Vegeta?Vegeta?Vegeta?Vegeta?Vegeta?Vegeta?Vegeta?Vegeta?Vegeta?"
    Cheers!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cheers! A analise valeu mais pelo DBZ Abridged, eu precisava compartilhar o trabalho desses caras.

      Excluir
    2. Foi por causa dessa fala que o Nappa se tornou um dos meus personagens favoritos de DBZ.

      Excluir
    3. Eu racho com o Goku e a infantilidade retratada dele... mas o melhor é o Kuririn e o placar.

      Excluir
    4. Mesmo não aparecendo muito o guru,digo,super kami guru é hilário.

      Excluir
    5. Sim sim! Nana nana nana nana, Dendé!

      Excluir
  3. shady eu vi os filmes novos batlha dos deuses e ressureiçao de freeza e nun dos 2 o jaco fala que ele e policial so que como ele fala poco e baixo voce nao de ver ter prestado atençao ou esqueceu kkkkk flw e ate os prosimos textos enormes XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heh sr cidadão Anônimo (me senti o MetroMan kkk), no Ressurreição de Freeza o Jaco diz não apenas que é um guardião da galaxia, como menciona a irmã de Bulma, logo na parte em que ela tenta invocar o Whis. Foi justamente isso que me deixou encabulado, nunca vi o personagem na vida, e do nada ainda recebo a noticia de que Bulma tinha uma irmã!? Eu pensei que era uma jogada de markenting com o DB Xenoverse, pois numa pesquisa extremamente rápida vi que o Jaco era um personagem extra do jogo, porém... não há nenhuma explicação real de quem é esse personagem. Tipo, a história de Jaco, bem como sua origem e sua ligação com Dragon Ball é tecnicamente um spin-off oficial, já que é uma história paralela, feita pelo Akira. Só que no filme, não é dada a devida explicação do personagem, e nem é feita a questão de tal, desde que, em algum outro momento isso ocorresse. A oportunidade de explicar isso seria com o Anime, DBS, pois ele aborda o "mesmo universo" (entre aspas porque não é exatamente o mesmo universo, é uma releitura) de Dragon Ball BoG e F.

      Pra que eu entendesse e compartilhasse essa informação, tive de pesquisar, e apesar de ser algo bobo, é muito importante principalmente pra nova geração, que ta começando a conhecer DB em sua nova fase. Apesar dos animes serem parecidos e até sequenciais aos filmes e mangás, não é certo pegar informações do mangá e jogar apenas as consequências disso na tela, em forma animada. Nem todos acompanham ou acompanharão o mangá. É como, vejamos... no mangá sai uma parte que diz que a ilha do mestre Kami explodiu, e ele se muda pra uma base submarina em forma de tartaruga, daí no anime, de um episódio pro outro, a base submarina aparece, sem qualquer explicação.

      Desculpe pelos textos enormes sr... as vezes eu me empolgo e também tenho dificuldade pra explicar corretamente então tento explicar da melhor forma possível.

      Excluir
  4. Tá aí um anime que assisti um bocado quando criança mas nunca gostei! Ê desenho bizarro e feio, viu? Rsrs falo pelo traço dos personagens mesmo. Lembrando que Dragon ball, Pokemon e Saint Seiya são provavelmente os maiores animes e mangás de todos os tempos! Blue Dragon era até legal mas que dublagem zuada era aquela????

    Interessante o lance du Super e do Dragon, um bom lembrete que da mesma forma que os americanos pegam coisas japonesas e fazem ou não suas próprias versões, os japas também fazem o mesmo. Tanto que The Long Walk do Stephen King é o pai de Battle Royale, enquanto que 1984 (livro épico) é o de Jogos Vorazes!

    Já assistiu o filme de Dragon Ball? Bacana, hein? Kkkkkkkkk mas até que é divertido, na verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como o sr Tuth mencionou no comentário mais pra cima, Dragonball (filme) nem escreveu o nome certo (Dragon Ball é a forma correta, eles escreveram tudo junto). O filme é um desastre, consegue ser pior que a adaptação de Resident Evil pra live action.

      Bem pra ser sincero nunca assisti todos os episódios de Dragon Ball ou Dragon Ball Z. Na época de Dragon Ball, eu curtia muito mais Cavaleiros dos Zodíaco e Fly, alias, durante a minha infância eu achava que o boneco que eu tinha do Gohan (filho do Goku) era o do Fly, e brincava muito com meu Fly genérico em épicas batalhas contra meus bonecos dos Cavaleiros. Bons tempos... acho que preciso fazer uma análise sobre "Brincadeiras Infantis Solitárias"... vou jogar Super Smash Bros, assim mato dois coelhos com uma cajadada (Luta e Infância... perfeito, vlw sr Marcio!).

      Blue Dragon, acredita que eu conheci pelo mangá (que não tem absolutamente nada haver com o anime). Minha ex namorada comprou as únicas 4 edições do mangá (curto né) e deixou comigo, eu li e curti... acho que foi um dos poucos mangás que terminei (poxa, só 4 edições também né), e quando assisti Blue Dragon fiquei confuso, porque mudou tudo, traço, foco, tudo.

      Questão de dublagem... nunca reclame, se achar algo muito ruim, assista Fear The Walking Dead dublado ou jogue Mortal Kombat X numa batalha assassina do idioma português brazuka, usando Cassie Cage vs Ferra & Torr (que eu adorei o esquema dos 2 personagens em um, mas a dublagem destruiu a emoção.)

      Excluir
    2. De nada, rsrs. Bom ele é um bom filme, desde que você não saiba nada de Dragon ball! Kkkkkkkkk

      Já tive boneco do desenho e até brincava às vezes, embora nunca tenha gostado muito de brincar.

      Blue dragon é na verdade um RPG de sucesso que originou um mangá ( bem nada a ver, pelo que parece ) pra depois originar um anime que é mais parecido, mas ignora a maior parte do enredo do jogo.

      Tô ligado, só que Blue dragon não foi dublado aqui, mas sim por brasileiros de Miami. Mesmo na época eu já achava zoado...

      Excluir
    3. Vivendo e aprendendo...

      Fiz a analise sobre brinquedos rs... vlw sr Marcio.

      Excluir
  5. Gostei do post,mais agora nem sei em que episodio ta o super kk mais sei que a agora tem um "broly" feminino meu ainda to no 30 (pulei do 4 pro 30 pra nao repetir kk)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta no episódio 100 atualmente, e sim, tem um Broly feminino. Mas ta muito vergonhoso... eu to assistindo porque, eu acho interessante acompanhar, mas confesso que to bem desanimado pra DBS. Ta fraco, ta mal feito, ta infiel a própria franquia. A transformação overpower por exemplo, que Goku e Vegeta usam pra peitar o anjo do Bills, tomou uma surra like Yancha pra uma menina de tpm. Eu fiquei horrorizado em ver Goku não fazendo nem cócegas na mina bombada, que é uma reciclagem conceitual total do filme spin-off...

      Eu pensei em fazer múltiplas análises de cada episódio mas, considero perda de tempo e espaço. Talvez eu faça quando o anime terminar, mas no máximo farei comentários pela página do facebook. Enfim, fiz umas previsões la, tipo a revolta dos anjos e a fusão dos universos, mas de resto acho difícil se surpreender com qualquer coisa de super. Até então, mantem o padrão la embaixo... tenso né?

      See yah sr Vini.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+