PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

sábado, 1 de novembro de 2014

O Filme Recomendado de Hoje: Malévola!

Depois de algum tempo sem assistir quase nada, decidi variar um pouco e ver um filme que não é found footage... 

Em meio a curiosidade, me arrisquei assistindo Malévola, e confesso que me decepcionei.


Me decepcionei comigo mesmo, por ter esperado algo, e visto algo totalmente diferente.

Enfim, falarei um pouco deste filme, e minhas reais impressões sobre ele... Se quiser ler, leia, se não quiser, até a próxima!

(Tem spoiler)



Malévola é um tipo de "continuação" de "A Bela Adormecida", onde a história é recontada, por outro ângulo.


A história original, eu já contei em minha análise de Kingdom Hearts Birth by Sleep, e é justamente por isso que resolvi comentar o filme.

Malévola conta a história da fada Malévola, a vilã de Bela Adormecida, responsável por ela estar adormecida.


Na história original, ela é retratada de forma tão má, mais tão má (inclusive o nome dela indica maldade) que sua personagem ganhou um espaço significativo em Kingdom Hearts, como vilã também.

Kingdom Hearts é um jogo, feito em parceria da Disney com a Square Enix, que junta universos de filmes da Disney com jogos da Square Enix, numa história envolvente e original. Aparecem vários personagens diferentes da Disney como Aladin, Alice, Mickey, Pequena Sereia, e por ai vai. A questão é que, nenhum desses personagens chega a fazer parte direta e significativa da história principal, exceto os mais importantes, como Mickey. Outro personagem, talvez o único vilão que surge de um desenho da Disney e vira parte da história de Kingdom Hearts é Malévola, justamente por seu lado maldoso, se destacando dos demais vilões e chegando a um novo nível de maldade extrema.


Porém, no filme de Malévola, é mostrado que ela não é, nem de longe, o ser maligno que todos conhecem, e sua versão da história, tão como a história real da Bela Adormecida, é mostrado em sua trama.


A frase "Não é uma história de heróis e vilões, e sim de uma heroína que também foi a vilã." resume o filme.

Porém há vários furos e coisas estranhas no mesmo.

A história é:

Uma fada de aspecto diabólico, porém atitudes angelicais, se apaixona por um humano desde sua infância, com o qual tem seu primeiro beijo, um suposto beijo de amor verdadeiro. Entretanto, o mesmo humano a trai, arranca suas asas e as entrega para seu rei, só para se tornar sucessor ao trono. Tamanha traição revolta a fada, fazendo com que ela se torne sombria e maligna, destruindo as coisas que a cercam. Um dia, o jovem humano que se tornara rei, tem uma filha com a filha do falecido rei de quem ele assumiu o trono, e essa filha, chamada Aurora, é batizada diante centenas de pessoas, e 3 fadas que haviam comparecido ao batizado, em votos de boa fé e paz. Porém, a fada malvada surge, revoltada com tudo, e em meio aos votos das 3 fadas traidoras, ela também oferece sua benção, amaldiçoando a pequena Aurora, com um encanto irreversível onde ela espetaria seu dedo aos 16 anos, e dormiria para sempre. O rei implora por misericórdia, se humilhando diante seu povo, e a fada decide adicionar algumas linhas extras a maldição, dizendo que caso a criança receba um "beijo de amor verdadeiro" ela acordaria. Maldição feita, a fada vai embora. O rei, ordena as 3 fadas a levarem sua filha pro meio do nada, e cuidar delas até que ela faça 16 anos e fique livre da maldição, para então retornar ao reino. Porém, as fadas não dão conta de cuidar da criança, e a fada malvada acaba cuidando dela por trás dos panos, protegendo, alimentando, sempre observado, e com o tempo, ela se apega a criança. Ambas se conhecem posteriormente, se apresentando, e a fada negra acaba por se tornar aos olhos da menina uma Fada Madrinha, sua Fada Madrinha. Conforme ela cresce, a fada negra tenta reverter seu próprio feitiço, sem sucesso afinal era irreversível. História vai história vem, e enquanto a fada negra se tornava cada vez mais próxima de sua "praga", o rei se distanciava, em meio a sua ignorância, em planos de vingança contra a fada negra. No final, a Aurora se espeta como profetizado, ao tentar se reunir com seu pai. Mas, a fada negra leva secretamente aos aposentos da adormecida Aurora, um príncipe com o qual ela havia tido uma ceninha, e as 3 fadas tentam, por um beijo dele, tirar a maldição da bela adormecida. O beijo entretanto não funciona, e todo mundo abandona o corpo de Aurora, exceto a fada negra, que estava escondida com seu aliado corvo. Rola uma declaração de proteção eterna e culpa com perdão e tudo mais, e a fada beija a menina (na testa) em sinal de amor fraternal, sendo este o amor verdadeiro. Daí rola uma pequena guerra, e o rei peita a fada, mas a fada recupera suas asas com ajuda de Aurora e o rei leva um chute na bunda, no estilo "Não é você, sou eu" e a relação de ambos acaba, através de uma pequena queda no relacionamento. Por fim, tudo volta ao normal e os dois reinos se unem, com a união da fada negra e a princesa Aurora. A fada malvada, negra, das trevas, era Malévola. 

Fim

História muito fofa, eu inclusive fiquei emocionado com o final, e quase chorei (eu chorei ¬¬) mas... há alguns poréns.


Fiquei chocado com a morte de um dos vilões mais característicos da Disney, convertido em um herói. Pode parecer algo incrível, e difícil de pensar, mas na prática foi bem fácil converter o vilão e suas atitudes originais, sem modifica-las em quase nada, num herói que foi levado a cometer erros para descobrir acertos. Mas será que foi necessário?

Malévola, a original, tinha uma personalidade egoísta e mesquinha, tal qual foi completamente transferida para o Rei traidor, que sem motivo algum, cortou as asas de um dos seres mais belos já vistos no mundo (Lara Croft man... mancada). Estupides a parte, a ignorância de Melávola foi transferida para as 3 fadas mágicas, que por sua vez passaram de Fadas Madrinhas para Fadas Traidoras, que no final de tudo ainda recebem perdão da fada má. Enfim, há muitas conversões desse tipo no filme, onde uns personagens passam a desempenhar o papel de outros.

O filme tem um vilão confuso, semelhante a Malévola, que agora é o cara que vira rei, tal qual não faz sentido algum. Tudo que ele faz é estúpido, sem sentido, e ele não é mal, é só idiota mesmo.

Pouco antes de assistir, vi um comercial que dizia que o filme era para mulheres e crianças... eu não sou mulher, nem criança, e curti, apesar de tudo.

Recomendo pois, é um ótimo filme. Ainda assim não entendi por que um cara deixaria uma fada por riquezas... e ainda por cima, a rivalidade mostrada entre ambos é muito, muito forçada. Malévola é reapresentada como um verdadeiro anjo, o que contraria totalmente sua aparição original. E o rei?! Os homens são tão estúpidos assim?

Enfim, a mensagem final do filme é "Não há amor mais verdadeiro que o fraternal" e é uma ótima mensagem, e aparentemente esta vem sendo a lição de moral  principal dos filmes da Disney da atualidade.

Enfim, assista se quiser, vale a pena. Tem bastante ação e a história é fofinha, sem nexo, mas muito emocionante.

É isso.




14 comentários:

  1. Jhonny Aqui!
    Estou esperando a análise do The Legend of Zelda: Ocarina of Time que você prometeu e até agora nada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehe, eu já digitei! To colocando as imagens do gameplay... to pegando do 3ds pois as imagens são mais bonitas e definidas que do 64... mas isso demora. Porém, como tu ta cobrando, vou fazer o seguinte: Irei só por as imagens básicas, de personagens e vilões, e uma breve edição ,e postarei, posteriormente editando e adicionando as demais imagens. Ta com pressa? Veja o rascunho rs... e desculpe por demorar tanto, o trabalho foi meio intneso essa semana e quando chegava em casa tava cansado kkk... e meu filho ta em casa hoje e, só posso pegar as fotos nos momentos que ele ta correndo com meus irmãos, e tipo, eu preciso participar também, pra proteger e pra brincar, afinal, sou o pai! Mas... fica tranquilo, posto hoje.

      Excluir
  2. O rei não é simplesmente mal...sua maldade é resultado de sua prepotência e ambição. Afinal olhe ao seu redor, e me diga se grande parte da maldade humana não é de fato consequência dessas características. Há guerra pior que aquela entre egos? O rei é apenas um megalomaníaco.
    E afinal...há amor mais verdadeiro que o fraternal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anjo... rs... suas palavras são mais inteligentes e completas que as minhas... e só tenho a concordar.

      Não, não há amor mais verdadeiro que fraternal... mas não significa que outros tipos de amores não sejam verdadeiros.

      O rei é um vilão ridículo... entendo porque ele é mal, entendo como ele se tornou assim, mas não entendo a razão... alias... você resumiu tudo com "megalomaníaco"... isso é uma pena... pois se analisar o contexto e consequências de seus atos, o cara perdeu, ignorou, destruiu e menosprezou grandes oportunidades. Ele realmente é um retrato da humanidade e da maldade humana... moça... suas palavras são incríveis! Alias, "Anônimo" suas palavras são incríveis rs...

      O amor... ele é diferente pra cada um. Uns sabem valoriza-lo, senti-lo e compartilha-lo, outros não. Amor fraternal é o mais verdadeiro de todos, ou não... depende muito de quem o sente. Cada pessoa tem um grau afetivo diferente...cada pessoa ama diferente... até o idiota do rei tinha certo amor..... ou sei la que bost4 que ele sentia... o personagem é desprezível.

      Enfim... fico decepcionado e aliviado a respeito da humanidade... a maldade em excesso no mundo, é desanimadora... mas saber que no meio de toda essa sujeira podem haver belezas escondidas, mesmos nos seres mais malévolos... é confortante.

      Obrigado por existir.

      Excluir
  3. Tam tam tam tan ran tam (som inspirado numa cena do Jhonny Caje no MK9,Kkkkkk) depois de um loooooongo tempo sem vir (escola é foda,ENEM então, fora a espera por Pretty Little Liars,Clock Tower Remothered,Fran Bow enfim)... eis que na finalmente volto e dando de cara não com boas, mas ótimas surpresas! Esse filme é legal mesmo, embora não recomende pra crianças (a ideia de por chifres na cabeça delas como nas propagandas de fato não me agrada, além disso há muito tempo que sei que a Disney com certeza não é pra criança, Rei Leão que o diga) e acho que isso de ''pra mulher'' é uma bobagem. Deve ser principalmente pelo fato da cena em que aquele FDP do rei arranca as asas dela metaforiza o estupro segundo alguns críticos... em todo caso quer ficar realmente revoltado com o ser humano? Assista doce vingança, de preferência o 2 e se prepare porque esses dois filmes me deixaram maluco de tanta raiva!Sério... lembrando que são de terror. E pra completar, um muito mais profundo e extraordinário chamado ''Os Olhos de Júlia'' que é incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr Marcio!!!!!!!!!!!! Cara, como é bom ver você comentando rs! Veja as análises sr!

      Então, eu fiz uma análise/resenha/critica fast de Malévola mais porque minha melhor amiga recomendou o filme. Como eu conhecia essa personagem faz tempo, decidi assistir e como tive tais impressões, resolvi fazer o post. Enfim, eu não sou muito fan desse gênero que envolve a humanidade e suas falhas... eu prefiro coisas menos impactantes.

      Eu reparei que tinha certo jogo metafórico nas passagens desse filme, mas sei la... é da Disney... Disney sempre joga com emocional e pseudo segundas intenções, que na real são só mera interpretação mesmo. (Rei leão... tenso... mas a galera enfatiza detalhes de mais nesse filme, o real significado dele vai além do politicamente incorreto rs)

      Não acho que irei assistir os filmes que você recomendou, não por livre e espontânea vontade... só se tiver passando na tv por assinatura ou aberta e tipo, eu resolver assistir... por que eu odeio ficar revoltadinho com a sociedade rs... a raça humana já é tensa de mais por natureza...

      Enem foi tenso né? A primeira prova achei dificil... dificil não... chata. Composições, Siglas e Regiões são coisas que eu não decoro. A segunda foi muito fácil....

      Bem, agora vou voltar pro DmC.... quero postar pelo menos ela ainda esse mês.

      Seja bem vindo de volta Sr Marcio!

      Excluir
  4. Ahh nem fale da merda desse exame. embora ache que fui bem ( e eu tava com uma baita saudade de você também!Sério, muito legal esses ''papos'' rsrs) bem sobre os filmes, eu te recomendo mesmo o da Júlia porque é um filme de terror maravilhoso, com uma forte mensagem também de amor já os outros... nem quero lembrar ( ainda tenho um certo trauma com aqueles dois) sim eu tô lendo a do origins (parei porque descarregou o not mas consegui depois de um tempo voltar) a do KH também já retomei ( amo suas análises, você sabe usar as palavras como ninguém ) e agora tô jogando o Alice McGee!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice... ai sim!

      Bem, eu vou dar uma olhada na Julia, mas repito, não faz meu gênero... eu costumo assistir apenas filmes de terror de Found Footage, dificilmente vejo outro gênero e quando o faço é por curiosidade, aleatoriedade ou recomendação mesmo. Dependendo do que eu achar (se eu assistir rs) pode até rolar uma postagem simples.

      Saudades...

      E tipo, eu to jogando DmC... eu já tinha escrito a análise e coletado as fotos, só tinha que montar... porém, meu pc renovou e agora da pra jogar com gráficos melhores, daí decidi refazer tudo... assim da pra deixar impecável. Também reforçarei minhas ideias.

      Excluir
  5. Waiting for you.... rsrs contando os segundos para a próxima!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um porém... estou ansioso pra jogar Evil Within... daí, tenho 4 dias pra zerar DmC, zerar a análise e jogar Evil Within... to começando a ficar preocupado. See yah!

      Excluir
    2. The Evil Within... ouvi falar muito bem desse game!

      Excluir
    3. Nem comecei a jogar, vi meu irmão jogando de relance... estou curioso mas agora to digitando a análise de DmC, então, só depois que jogarei rs.

      Excluir
    4. Um dia quem sabe, tenta o Alan Wake de novo!

      Excluir
    5. Evil Within primeiro... depois Alan Wake

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+