PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

AnáliseMorte: Dust an Elysian Tail

Dust, an Elysian Tail




Mais uma análise, dessa vez será um pouco curta, mas será boa, isso posso garantir. Logo, prepare-se para mais uma leitura saudável e informativa, lotada de spoiler, porém interessante.

E é isso, boa leitura!


Furry: Expressão referencial a animais caracteristicamente antropomórficos, ou seja, animais com características humanas, sejam físicas ou emocionais.


Pesquise "furry" por livre e espontânea vontade hein!

Se você curte furry, esse é um jogo que vai lhe agradar!

Todos os personagens são furrys, e há até diferença entre raças (inclusive, o tema do jogo é praticamente esse).



O interessante disso é que fica tudo muito "fofo"... o vilãozão do jogo por exemplo, ele nem parece ser tão mal quanto seus feitos apontam, pois tem uma carinha fofinha de mais, e olhinhos grandes e brilhantes... se não tivessem falas no jogo, seria bem difícil captar a verdadeira mensagem do mesmo.

Olha a cara dessa merd4... meu, num da vontade de fazer carinho nele?!


A história fala de guerras, tentativas de genocídio, massacres, morte, muita morte, sofrimento... enfim, basicamente é drama e violência, apresentado de uma forma fofa.



O jogo é lindo, tem gráficos muito bonitos, bem coloridos e bem desenhados, e a jogabilidade é magnífica, flui bem, é empolgante e dinâmica. 



O gênero é Plataforma, com uma mescla entre Aventura, Ação e Hack&Slash... inclusive, acho que é um dos poucos games de plataforma no estilo Hack&Slash. As hordas de monstros são grandes e é preciso enfrenta-los ao mesmo tempo, massacrando geral, e só é possível ver os números de combo subindo... Isso sim é Hack&Slash de responsa!



É pancadaria e morte pra todo lado, e dependendo do momento, nem da pra ver onde começa o Dust e onde termina o monstro... é luz, explosão, brilho, faísca, itens, (sangue não porque é pra ser fofo) a todo momento, e isso dá um ar de "destruição extrema" pro jogo.



Tem também elementos de RPG, onde o personagem upa e ganha pontos de habilidade, que podem ser atribuídos para aprimorar o personagem, ou seu aliado. O jogo é single player, mas são dois personagens ao mesmo tempo, tecnicamente falando.



Também é possível equipar armas, acessórios e vestimentas ao personagem, que oferecem efeitos extras para ele ou seu parceiro.



O jogo é em 2D, porém é muito lindo, e parece até que foi pintado a mão de tão belo. Ele tem leves, beeem leves, pitadelas de 3D, quase imperceptíveis, mas tem.



Ele é dividido por regiões no mapa, tais quais são exploráveis em mundo aberto, com divisão de portais (ahn?!) Traduzindo: Você pode entrar num mapa, e nele é livre para ir e vir, e explorar ele inteiro, com alguns portais intermediando as telas.



A versão que eu joguei foi de PC (tem de Xbox360 e PS3 também), e nela há a opção de aumentar ou diminuir os gráficos. Há uma senhora diferença entre os gráficos máximos e mínimos, e sinceramente, eu prefiro no mínimo, pois no máximo fica tudo brilhante de mais, e o jogo já tem bastante luzes. 


Minimo e Máximo

Outra coisa que o jogo possui é um esquema de dialogo, onde você escolhe o que irá perguntar, quando e como quer perguntar, e até pode tomar decisões, escolhendo ajudar ou não. Há várias missões paralelas, quests, onde você pode obter recompensas, e algumas só são ativadas se você fizer as escolhas certas nos diálogos. 



Tem também alguns puzzles, como o de destravar baús. Eles não são complicados, se baseiam apenas em apertar uma sequência de botões num tempo limite, mas são normalmente 4 botões apenas, e o tempo é mais do que suficiente.Esses baús podem liberar itens consumíveis, acessórios, Receitas, moedas, ou até Bichinhos Especiais.



Esses bichinhos servem pra aumentar a vitalidade máxima do personagem, tirando isso, não adiantam pra mais nada, e ficam la perambulando na casa assombrada de Dust.



Enfim, o sistema do jogo é esse.

Sobre os personagens e a história, falarei de ambos ao mesmo tempo. Enquanto eu descrevo os personagens, mencionarei os mais importantes e suas respetivas histórias.


Personagens

Dust





Dust é um cara misterioso, que vive com o rosto coberto por um chapéu chines irado. 

Ele não sabia quem era e não possuia memórias de seu passado, no inicio, mas conforme ele se aventurava, ele descobria mais sobre si mesmo.



Dust na verdade é o resultado místico da união de duas almas, em um mesmo corpo, chamado Mithrarin. Essa união faz parte de uma magia antiga de uma raça chamada Moonblood, que por sua vez estava para ser extinta, pelo vilão da história.



Eles deram vida a Dust, unindo um inocente morto por um soldado de elite, a esse mesmo soldado, também morto na batalha. Essas duas almas não possuem controle sobre o corpo de Dust, porém podem influência-lo em suas escolhas e decisões, pendendo para o bem ou mal. 



Dust tem duas personalidades contrastantes ,que juntas formam uma terceira personalidade, a própria de Dust. Seu lado guerreiro (mal) influencia Dust em batalha, tornando ele cada vez mais mortal para seus oponentes. Seu lado inocente (bem) influencia Dust em suas decisões, fazendo com que ele ajude mais e mais pessoas. Dust acaba se tornando um guerreiro que ajuda as pessoas, uma união equilibrada entre o bem e o mal.



Boa parte do drama gira em torno disso, dos dois seres que Dust representa. Ambos estavam mortos, mas pessoas que os conheciam confundiam Dust com eles. O vilão do jogo por exemplo, confunde Dust com seu antigo soldado e amigo, enquanto uma moça que Dust encontra numa vila, confunde ele com seu falecido irmão.



Dust, em busca dos segredos de seu verdadeiro eu, acaba se juntando com uma Espada Falante e uma Fada Raposa. Ambos se tornam seus aliados até seu último suspiro, e é algo bem triste também.



Dust morre num vulcão, queimado vivo. Na verdade ele se sacrifica para que as almas que lhe compunham fossem livres. Mas, no último momento, o espírito de Dust permanece vivo e vai rumo ao horizonte, junto com a Espada Falante e a Fadinha que os seguem. Provavelmente, Dust iria renascer em um novo corpo, ou ficaria vagando por ai como um espírito guerreiro andante.



Fidget




Ela é a Fada Raposa, pertencente a uma raça rara chamada Nimbat. Ela tem como razão de existir, guardar a Espada Falante.

Ela se alia a Dust, para proteger a Espada, mas com o tempo se torna amiga dele, e até conselheira. Ela é bem engraçada e tem uma personalidade hilaria, pois é atrapalhada, medrosa, e pra variar, ela tem medo de altura.




Ela voa, e tem medo de altura, é tão... estúpido que chega a ser engraçado.



Além de voar, ela tem poderes mágicos elementais. Ela pode lançar bolas de luz, rajadas de fogo e raios, muitos raios. Seus poderes quando usados em conjunto com os movimentos de Dust e a Espada Falante, fazem verdadeiras tempestades arcanas, explodindo tudo que se move.



Ela fica com Dust até o fim, mas no final eles se separam e Dust acaba se ferindo em batalha e enfraquecendo. Apesar de vitorioso, Dust se despede e mesmo com Fidget tentando salva-lo, ele diz que seu tempo acabou.



Porém, Fidget vê uma luz azul saindo do vulcão, juntamente com a Espada Falante, e a segue, esperançosa.





Espada Falante
(Ahrah)




Poderosa e sábia, essa espada surgiu para Dust assim que ele despertou. Ela é muito antiga, e possui muito conhecimento, além de ter sua própria guardiã, a novata Fidget.



Essa espada ajuda Dust a descobrir mais sobre si mesmo, e apesar dela saber tudo sobre ele, deixa tudo em segredo e vai soltando aos poucos, revelando detalhes para Dust, tudo para avalia-lo corretamente e analisa-lo, para ter certeza se ele é bom ou ruim.



Dust e ela se tornam praticamente um só, e as habilidades de batalha dele só expandem com o poder da antiga lâmina.

No final, a Espada apaga suas luzes e afunda na lava, porém, logo depois ela reacende e voa, ao lado de uma luz azul, que aparentemente era Dust, fora do corpo de Mithrarin.



Cassius 



Um soldado que matou aldeias inteiras, morreu durante uma luta contra uma criança, tal qual também morreu. Ambos se conectaram no momento da morte e foram ressuscitados em um só: Mithrarin.




Cassius era um guerreiro notável, violento, maldoso, perverso e impiedoso. 



Ele era um trunfo nas mãos do exército de General Gaius, mas foi perdido com sua morte nas mãos de Jin.



Jin





Uma criança bondosa, que queria vingar a morte de seu povo, enfrentando de frente o maldoso soldado. Ele foi morto, mas levou Cassius junto. Após sua morte, ele foi trazido de volta, junto com Cassius, ambos como um: Mithrarin.



A bondade de Jin é o que preenche a mente de Dust, e é graças a ele que Dust tem um maravilhoso senso de justiça.


A irmã de Jin, Ginger, se encontra com Dust, o reconhece como Jin, mas depois percebe que ele não é ele, e volta ao luto.


Ginger



Ginger é a irmã de Jin, e também a última sobrevivente de sua aldeia, massacrada por Cassius. Ela quase se apega a Dust, porém assim que percebe que ele não é seu irmão, ela passa a rejeita-lo.

Ginger é mais uma coadjuvante que personagem, porém é importante mencionar que ela testemunha o "retorno" de Dust durante seu "funeral".



Ginger também pertence a uma raça que era aliada aos Moonbloods, por essa razão, todo seu povo foi exterminado, por Cassius e General Gaius.


Elder



Ele é o lider dos Moonblood. Um dos mais velhos, sábios, e até meio brother da Espada Falante. Elder foi um dos criadores de Dust.



Para salvar seu povo, ele tirou do exército inimigo o cara mais forte e fundiu ele ao mais puro dentre as vítimas do mesmo. Tudo para que um guerreiro poderoso e justo nascesse.



Deu certo, e Dust foi criado, pondo um fim posteriormente em todo o mal causado pelo General Gaius.


Sereth




Ele é um Moonblood que vive de capuz, e serve de negociante e comerciante para Dust. Ele monitora, e da suporte a Dust em sua jornada, vendendo e comprando itens, armas, acessórios e consumíveis. 


Ele só revela sua identidade no final do jogo, e mesmo assim, mantém seu capuz. 




E ele me lembra muito aquele vendedor do Resident Evil 4



Além deles, há mais alguns personagens que surgem como vilões, e outros que são coadjuvantes importantes. São muitos, muitos mesmo, mas irei citar os mais importantes:

Bopo




Uma das histórias mais dramáticas do jogo pertence a esse personagem. Uma criança, de um povo diferente que vive abaixo da terra. Bopo foge de Dust de inicio, temendo aos seres da superfície, mas depois se torna um amigo, e suplica pelo auxílio de Dust. 



Dust aceita a tarefa de buscar por uma entidade divina, responsável pela água sagrada do subsolo, tal qual poderia ser usada para salvar a vida do pai de Bopo. Como a nascente não estava mais dando água, Dust vai atrás da "deusa", para fazer a água correr de novo.



Entretanto, mesmo depois de bem sucedido, a água retorna tarde de mais, e o pai de Bopo morre. Ele chora, rola velório, e no final Bopo banca o maduro e pede para que Dust consiga um pouco de neve para jogar no túmulo de seu pai, honrando o sonho deles de um dia viajarem para regiões nevadas juntos. Dust o faz, mas as coisas ficam bem tristes por la, e o pior é o ver Bopo chorando com um sorriso na cara... man... sacanagem fazer isso. 

Lady Tethys




A deusa das águas da cura. Ela tinha sido cegada pelo ódio aos seres da superfície, em especial ao General Gaius, e por causa disso decidiu parar de oferecer suas águas, para que os seres da superfície não se revigorassem nelas. 



Ela enfrenta Dust, e após perder, é convencida de que nem todos são maus, e ainda há quem precisa de fato das águas. 



Graças a ela, as águas retornam, tarde de mais, mas retornam.

Fuse




Ele é um Moonblood corrompido pelo próprio ódio a General Gaius. Se tornou uma arma de guerra, um monstro, lider das criaturas que tanto atacam os habitantes de Elysium.



Fuse foi morto por Dust, de forma misericordiosa, onde para liberta-lo, somente a morte era a saída. Mas antes de morrer, Fuse revela a Dust que ele era a cara do rapaz que exterminou sua raça, e inclusive joga a culpa nele, ou seja, ele sabia que Dust tinha Cassius dentro de si, e Cassius matou seu povo.



Suas habilidades eram incendiárias, e sua aparência era deformada, com relação a sua própria raça, e usava uma armadura mistica, criada por Elder, para mante-lo vivo. Ele foi deformado em sua batalha para proteger o povo de Ginger, e ele era um amigo dela, mas, após ser derrotado, se converteu no monstro que Dust eliminou.


Barão Kane




Ele é um espírito amaldiçoado, de um antigo informante de General Gaius. Sua forma assustadora persegue Dust e seus amigos durante sua passagem pela região mais assustadora do jogo. 


Essa fase me lembra Donkey Kong Country 2

Ele estava condenado a vagar pelo mundo dos vivos, sem jamais descansar, pois em vida cometeu grandes traições contra sua própria gente, em troca de fortuna. Ele morreu, traído por General Gaius, durante uma "queima de arquivos". 



Depois de derrotado por Dust, em sua forma assustadora, Kane revela sua forma normal, e ganha o direito de descansar, uma vez perdoado. 



Sua esposa fica ao seu lado, ainda viva, mas bem idosa, e ambos "vivem" felizes enquanto existirem.

General Gaius




Ele era amigo de Cassius e também seu chefe. Líder ditador maldito que queria exterminar raças inteiras somente por serem diferentes, ele é o grande vilão da história.



Gaius declarou guerra contra os Moonbloods e todos que ousassem ajuda-los. Motivo? Racismo. Eles eram diferentes, por isso deveriam morrer. Só isso.



Gaius em toda sua ignorância foi morto pelo seu mais leal e poderoso soldado, Cassius, ou pelo menos o corpo de Cassius. Dust enfrentou Gaius dentro de um vulcão, e o jogou na lava ardente (ele se jogou na verdade) e, logo em seguida, se sacrificou.



Há vários outros personagens no jogo, a maioria npcs que ativam e desativam quests. Alguns são mais importantes e trazem consigo histórias bem comoventes, como a de um cara que perdeu sua noiva e Dust ajuda a encontra-la, mas durante a busca descobre que todo o povo dela já foi massacrado, e, sem esperança alguma, acaba encontrando ela, como sobrevivente (estilo Ginger) e reunindo os dois. Ou a dos dois irmãos, em que um quase morreu por ter sido usado por um desgraçado da aldeia, que queria que ele lavasse suas roupas, ignorando o fato das florestas estarem lotadas de monstros, e que, por pouco, foi resgatado em segurança por Dust.

Enfim, um dos mais importantes é a Ferreira, que ajuda Dust construindo coisas conforme as Receitas e materiais que ele entrega (e ainda da mole pra ele).




Enfim, pra encerrar, vou resumir a história do jogo, se você ainda não entendeu ela:



Jin e Cassius morreram em batalha, e no lugar deles, nasceu Dust. Invocado como Mithrarin, ele foi responsabilizado em dar um fim no maldito General Gaius, tal qual queria destruir raças inteiras, só pela diferença.  

Dust atravessou vários obstáculos e ajudou várias pessoas, sem pedir nada em troca, tudo só pra descobrir mais sobre si mesmo e alcançar Gaius. Cada vez mais conhecido, Dust atravessou cavernas,

Florestas,

Picos nevados,

Cemitérios, 

Vilarejos,

Montanhas

E vales inteiros, até chegar ao vulcão, onde a grande guerra entre o exército de Gaius e os Moonbloods acontecia.

Dust liderou os Moonbloodes contra Gaius, e no final, eliminou o próprio com ajuda de Ahrah. 
E após vencer, Dust entregou o corpo de Jin&Cassius para a lava, e partiu, em espírito.


E fim.

Esse é um jogo que eu recomendo. Ele empolga, não é difícil, nem é tão longo, mas é muito bom. Tem versão traduzida, e é um game que vale a pena.

De toda forma, é só isso. Obrigado por ler, e espero não ter feito uma postagem simples de mais.


Até a próxima!

8 comentários:

  1. Eu nunca tinha ouvido falar num jogo nesse estilo furry... concordo com a parte das fofuras,rsrrs é mesmo inclusive o Kane!Eu gostei muito principalmente pelo fato do game abordar temas tão tristes e pesados e ter uma história tão boa!Amei sua análise, de novo!Rsrrs ah e quanto ao Kingdom, vamos com calma!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rs... eu queria falar das semelhanças do enredo de Dust e as duas Guerras Mundiais.... só que... eu sou péssimo com história, e pra não falar asneira, achei melhor só mencionar a violência mesmo... mas tem forte ligação e várias referências as guerras...

      De toda forma, vlw man.... hoje eu queria postar algo mas não tive como =/, precisei resolver problemas e... fiquei sem tempo justamente no dia em que eu teria mais tempo...

      Mas... até a próxima sr Marcio.

      Excluir
  2. Maldição não fui o primeiro a comentar T.T hahaha

    Dust, eu lembrava desse jogo de algum lugar... Ai quando li a Analise, percebi que havia jogado um pouco dele (estava de graça na Xbox Live) mas não pude zerar, alguém fez o favor de deletar ele T.T, mas do pouco que joguei percebi que ele era mais que carinhas fofinhas, ele parecia mesmo ter uma boa historia, e novamente por meio do Sr. eu pude ter uma ótima historia contada!

    Continue com as analises ótimas como esta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vlw sr Abyss... Eu achava necessário falar de Dust, pois apesar de não ser um jogo com franquia e tudo mais, ele foi um dos jogos mais legais que já joguei.

      A história também tinha algumas coisas interessantes pra falar, por isso rendeu, mas.... to partindo pra próxima já.

      Excluir
    2. Sim, a historia apesar de "simples" é muito interessante, o lance de duas almas em uma só é muito legal, vou ver se consigo jogar ele...

      Excluir
    3. Vale a pena... o jogo não é tão longo e realmente é bom. Vale ao menos dar uma olhada.

      Excluir
  3. pelo oque eu sei ele tem pra ps4 vou colocar no meu *-* sei que não vou me arrepender

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vai mesmo... mas será que ele tem tradução pros consoles? A versão que joguei foi de PC, e peguei a tradu da net... mas será que nos consoles ele já vem traduzido? É um jogo de ação com partes de "pergunta e resposta" então, se você tiver uma noção de inglês, ai fica fácil pra ti... mas se não tiver pode ser qe isso atrapalhe um pouco... mas o jogo é ótimo, vale a pena!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+