PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

AnáliseMorte: Silent Hill 3 - Tudo o que você precisa saber sobre SH3.


Oi! 
Antes de mais nada, aqui vai o clássico pedido de desculpas pelo longo período sem postar nada: 

Desculpe-me.

Agora que já estou psicologicamente melhor, irei compartilhar meus problemas psicológicos com auxílio de mais uma obra de arte psicologicamente aterrorizante e maravilhosa: Silent Hill 3



Lembrando que eu não tenho a mínima preocupação em publicar spoilers. Você sabe o que é spoiler? Eu não sei se já falei sobre isso... mas assim: Spoiler é quando alguém conta algo sobre algo que de alguma forma prejudica o quesito "surpresa" desse algo, revelando parte da história ou fatos que normalmente a pessoa não gostaria de saber, antes de conferir pessoalmente esse algo.

Um bom exemplo é: Harry Mason morre em Silent Hill 3. 

É meio chato pra uns, porque tira aquela curiosidade sobre o enredo... Mas tem uns que não ligam, ou já conferiram a história anteriormente e não precisam se preocupar com "revelações indevidas".

A seguir irei ativar o "Modo Ignorância Extrema" então, se não quiser se irritar, nem leia o que tiver em vermelho beleza? Essa mensagem a seguir não vai pra você! Mas sim pro seu vizinho chato, ou pra quele cara que adora entrar em blogs alheios e dizer:  "Aff mano, você spoilou, vai pra $!@#!, seu blog é um lixo, nunca mais vou visitar essa merd4, você estragou minha vida!!!"

Beleza? Então não se ofenda se você não for esse tipo de pessoa.


Modo Ignorância Extrema em 3... 2... 1...

De toda forma, se você não jogou Silent Hill 3 (ou não assistiu alguém jogar) e não deseja spoilers, nem continue lendo, porque eu não dou a mínima se você jogou ou não... eu joguei então vou escrever o que eu quiser entendeu?! (lol)

Modo Ignorância Extrema Off.

( Acho que fui arrogante de mais nesse "Modo Ignorância Extrema" então, peço desculpas por isso... mesmo se você for o tipo de pessoa que citei acima... Fiquei com um peso na consciência agora... =/ )

Divirta-se com a leitura.



Silent Hill 3... O que falar sobre esse jogo? Vejamos...




Diferente do Silent Hill 2, que não tem nenhuma ligação direta com o 1, o Silent Hill 3 é literalmente uma continuação do Silent Hill 1.




Lembra daquela menininha que é entregue para Harry no final do primeiro jogo? Então, essa menininha é a protagonista do 3.



Se passaram 17 anos desde os eventos com Harry na cidade enevoada, e agora sua nova filha está prestes a conhecer de perto o pesadelo que o assombrou no passado.



O jogo segue a mesma linha dos anteriores: É do gênero Survival Horror, onde seres horrorosos surgem para matá-lo e você pode optar por lutar com o que tiver em mãos ou correr gritando "Ahhhhhhhhh!!!"


Eu prefiro matar tudo com o que tiver em mãos mesmo...


A visão é sempre sombria, e o ponto de vista da câmera normalmente é em terceira pessoa e se posiciona atrás do personagem, mas em algumas partes é reposicionada de uma forma "fixa" para acrescentar mais "terror" ao clima. Também é possível mudar a posição da câmera manualmente, mas ela sempre volta pras costas depois.



Sempre há várias armas diferentes, em qualquer Silent Hill. Tem um que extrapola e até Televisão serve de arma (O personagem que realiza essa proeza é mais bala na agulha que militares e prisioneiros, que também protagonizam outros SH's... E pra melhorar, é um dos personagens mais importantes de Silent Hill. Um dia eu falarei dele, na análise dele.). As armas em SH3 variam de uma faquinha até uma metralhadora... a diferença delas é alcance, dano, limitação e velocidade. 

Hehe... Metralhadoras são fod4s...
Exemplo: A Espingarda tira dano alto de perto, mas de longe ela nem faz cócegas, além de precisar de balas que são um pouco difíceis de encontrar. Enquanto o Pedaço de Cano é longo, causa bom dano mas é bem lento pra manipular.

Os monstros e inimigos são sempre feios e barulhentos, mesmo se você não estiver com o rádio ligado. Rádio, hm... sobre isso...

Em todos os Silent Hills há alguns itens fixos no personagem para auxiliá-lo em sua aventura, porém esses itens de sobrevivência também são peças chave para atrapalhar o jogador. Sim, eles ajudam e atrapalham igualmente!

Um desses itens é o Rádio. 



O Rádio começa a chiar quando tem algum monstro por perto, e quanto mais perto, mas chiado ele faz. Esse som é muito, muito chato e apesar de tecnicamente ajudar a localizar os inimigos, ele também entrega sua posição e atrai mais inimigos ainda. 

A maioria dos monstros faz muito barulho, muito mesmo, e a música sempre fica mais intensa quando tem algo ruim por perto, logo, o Rádio não ajuda em praticamente nada. Só serve pra aumentar a tensão do momento, irritar e atrair ainda mais monstros para sua localização. 

Daí vem uma recomendação, caso você decida jogar qualquer Silent Hill: Desligue o Rádio.

Outro item de suporte padrão de SH é a Lanterna. 



A Lanterna ilumina as coisas. 



É de longe um item útil e essencial para sua exploração na sombria Silent Hill, ou nas dimensões estilo Silent Hill. Sempre tem alguma parte muito escura e a lanterna ilumina essa parte sem problemas. O ruim dela é que ela ilumina, e luz irrita muito os monstros de SH, fazendo com que eles te ataquem com mais raiva e mais velocidade que o normal. Alguns chegam até a correr! 

A Lanterna te ajuda a ler coisas, achar itens escondidos nas sombras ou apenas ver pra onde esta indo, mas não recomendo usá-la para mirar os monstros, porque eles também vão usá-la para mirar em você!



Dai vem a dica, para caso você decida jogar qualquer Silent Hill: Ligue e desligue a Lanterna com frequência e pense bem se precisa dela ou não. Por exemplo, use-a para iluminar corredores e salas, mas caso vá passar por alguma porta, desligue-a antes, para que caso haja algum monstro do outro lado, ele não te ataque de cara.

Normalmente esses são os itens de sobrevivência obrigatórios para os SH's, mas sempre tem algum item a mais. Por exemplo: Em Silent Hill 3, contamos com o Colete a Prova de Balas, que te deixa lento, mas te protege mais. 

Ah, tem os itens de cura também. Ampolas, Kits Médicos e Vitaminas, que regeneram um pouco da sua energia vital... Sempre tem eles jogados em algum canto, junto com munição pras armas de fogo, e é por causa deles que o protagonista não morre toda hora... Só não recomendo usá-los descontroladamente... eu fiz isso e no final do jogo, tive de enfrentar o chefão final com sangue no vermelho, sem munição e sem itens de cura... foi difícil viu...



Os gráficos são lindos, não importa a plataforma em que se joga. Seja no escuro ou no claro, a preocupação dos caras com os detalhes é claramente perceptível. Até na parte em que a garota visita Silent Hill, a névoa é muito mais detalhada que nos jogos anteriores, e tem mais: Ela é repleta de "miragens".



Quando eu digo miragem, não me refiro a objetos aparecendo do nada e que na real nem estão la, mas sim a formas parecidas com objetos e monstros que surgem na neblina de SH. As ondulações são tantas, e a visão é tão limitada nas ruas da cidade do mal, que o medo por várias vezes domina a alma do jogador, esperando pelo pior mais a frente. 


Aquele monstro ali existe ta... não é miragem não... 

O clima aterrorizante fica ainda pior com os sons. Mesmo sem o rádio ligado, não tem como não se assustar e impressionar com a barulheira alheia. A música fica altíssima e se mistura com a respiração dos monstros andando e gemendo... tudo fica tão barulhento e intenso que da vontade de jogar no mudo, só pra evitar sustos. Eu mesmo tive de baixar o volume várias vezes, para não receber reclamações dos vizinhos. Apesar disso, não recomendo jogar no mudo, porque parte do terror de SH está no áudio.

Falei do som, itens de sobrevivência, clima, gráficos... a parte chata já foi... agora é o jogo!

A história do jogo é confusa se você não conhecer a história do primeiro jogo. Então antes de continuar, caso você não tenha jogado ou não conheça a história de Harry Mason, peço para que leia minha análise do primeiro jogo clicando >>AQUI<<

Pronto? Então GO!



A história é resumidamente a seguinte: 

Alessa morreu quando Harry interferiu no ritual de ressurreição de Samael, o Deus dos religiosos da Ordem. Após sua morte, Alessa que já havia se unido com sua outra metade, Cheryl, reencarnou em uma nova criança, ficando essa sob custódia de Harry Mason. Harry se mudou para Port Land e cuidou de sua nova filha por alguns anos, até que um dos membros da Ordem o descobriu e reconheceu a criança. Tentando capturá-la, esse membro foi morto por Harry por justa causa, que se mudou novamente, e também mudou o nome de sua filha, que estava sendo chamada de Cheryl, para Heather. Após alguns anos, um detetive particular encontra Heather, a mandos de uma das líderes da Ordem, que por sua vez leva o inferno para atormentar a Mãe e Filha de Deus.

É isso, dai o jogo começa.



Personagens



Heather Mason / Cheryl Mason / Alessa Gillespie.













Sim, são três, de Silent Hill Três!!! Heh... se isso tem alguma relação eu não sei, foi só um comentário mesmo... enfim.

Não se engane pelo cabelo. Ela não é naturalmente loira... ela tinge o cabelo!

Ela tem 17 anos, e é muito apegada a seu pai, Harry Mason.

Heather tem uma personalidade muito forte e haje como uma adolescente, levando tudo na esportiva, tirando onda e até faz comentários provocantes e até hilários.

No início do jogo ela se chama Heather e responde por esse nome. No meio do jogo ela passa a responder como Alessa e no final, decide adotar o nome de Cheryl. Ela acaba descobrindo que é um tipo de reencarnação de Cheryl, que por sua vez é uma reencarnação de Alessa, logo, ela descobre ser três pessoas no corpo de uma... doido né?

É um pouco confuso, e piora quando são citadas datas e tudo mais... mas vamos ver se eu consigo explicar bem:










Alessa viveu 21 anos, semi carbonizada e internada num hospital, para sofrer e aumentar seu ódio, alimentando o feto de Samael que estava nela desde sua infância. Porém, Alessa acabou isolando uma parte de sua consciência infantil, criando um segundo corpo, um segundo ser, encontrado e adotado pela família Mason. 



Essa criança, chamada Cheryl, viveu por 7 anos sem muitos problemas, quando foi chamada de volta pra Silent Hill. Harry Mason leva a criança pra cidade, onde ela acaba sendo reunida a sua outra metade, Alessa. 



Apesar de querer por vontade própria renascer Samael, Alessa é influenciada pelo amor de sua parte infantil, por seu "pai", desistindo do sonho de trazer seu "Deus" ao mundo. 

Após interromper o ritual, Alessa cria outro bebê, como sua própria reencarnação, e entrega ela para Harry. 



Esse bebê, começa sua vida como Cheryl, batizada por Harry assim, até que ele se toca que ela não é a sua antiga filha adotiva, a real Cheryl, decidindo mudar seu nome para Heather.


Heather cresce, e seu amor por seu pai se desenvolve de tal maneira que ela o idolatra, além de amar. Sem conhecer nada sobre seu(s) turbulento(S) passado(S), Heather passa a ter pesadelos e visões estranhas, relacionadas a Silent Hill, e é então que tenta involuntariamente descobrir mais sobre sua real história.



Um detetive particular chamado Douglas a encontra, a mandos de uma fanática religiosa, Claudia Wolf. 



Heather tenta escapar dele e voltar para junto de seu pai, quando é levada para realidades distorcidas que mais lembram pesadelos vivos, lotadas de coisas e seres assustadores que remetem a seus maiores medos, ou apenas são horripilantes.



Quando finalmente chega em casa, ela encontra seu pai, Harry, morto. 



Ela descobre que a fanática Claudia havia assassinado Harry e jura vingança.  



Então decide ir até Silent Hill para caçar Claudia. Lá, acaba recuperando lembranças de suas encarnações passadas. Ela "se lembra" da infância de Cheryl, e também da vida inteira de Alessa. Todas essas lembranças e memórias se acumulam em sua mente, e ela quase enlouquece, com memórias misturadas de 3 vidas diferentes: A sua, a de Cheryl e a de Alessa.



Pra piorar a situação, Heather descobre que o ritual de renascimento de Samael não foi de fato interrompido, foi apenas adiado. O feto de Samael estava dentro de seu corpo, pois havia sido transferido de Alessa para ela, no momento em que nasceu. Com suas lembranças acumulando e se misturando, seus sentimentos também ficam bagunçados, e seu ódio por Claudia cresce ainda mais, alimentando o feto de Samael.



Durante alguns momentos, Heather se esquece de quem é e quase assume a personalidade mais velha que tinha, a de Alessa, que viveu mais que ela ou Cheryl, porém ela consegue se controlar e, mesmo tendo recaídas, consegue manter sua personalidade real, como Heather.



Ela usa isso como arma contra Claudia, mas não funciona muito bem, e mesmo ela se apresentando como Alessa o tempo todo, ela quase se torna mãe de Samael. 

Por fim, Heather aborta Samael, vomitando o feto, graças a uma substancia deixada em um pingente que ela recebeu de seu pai, de presente. 



Mas Claudia tenta terminar o ritual por conta própria, fazendo com que tudo dê errado e se deformando completamente. 



Heather a destrói, e posteriormente se junta com Douglas, e ambos saem de Silent Hill, para nunca mais voltar.

Heather decide mudar seu nome para Cheryl e viver como ela, em memória de seu pai.

Algumas coisas importantes pra citar:

Douglas concorda com a mudança de nome para Cheryl, e leva ela de volta pra casa dela em Port Land se não me engano. Harry havia se casado novamente, mas por conta de um acidente onde um membro da Ordem tentou sequestrar Cheryl, Harry acaba deixando sua nova esposa, foge com Cheryl e muda seu nome para Heather ainda jovem, com uns 6 a 8 anos de idade. Essa esposa é a pessoa para quem Douglas leva Cheryl, e ela se torna a nova família de Cheryl.

O amor de Heather por seu pai é incalculavelmente enorme. Tanto que, depois de finalizar o jogo, ela chora muito, e mesmo depois de efetuar sua vingança, é possível sentir a carga emocional dela, ao lembrar de seu recém falecido pai.

Apesar de parecer, Heather/Cheryl não sai de Silent Hill bem. Ela fica completamente abalada com a perda de seu pai, e pra piorar, as memórias de suas "vidas anteriores" fazem com que ela se confunda muito, e quase enlouqueça... Memórias Fragmentadas... Shattered Memories... sacou?!

Ah, tem uma coisa bem curiosa na Heather: Sua personalidade própria. Ela me lembra muito o Dante do Devil May Cry 3, não sei porque... 


Claudia Wolf












Claudia é uma Criança da Ordem, além de ser uma das recentes líderes da Ordem também. 


Ela tenta terminar o ritual que Dahlia iniciou. 

Ela e Alessa eram amigas de infância, e ambas eram Crianças da Ordem, ou seja, ambas podiam criar realidades distorcidas com base em seus próprios medos. 

Enquanto a escolhida para ser a Mãe de Deus foi Alessa, a escolhida como sucessora de Dahlia foi Claudia. 


Claudia descobre a existência de Heather, e adiciona isso ao ritual. Ela decide que, como parte do ritual, aquela que daria a luz a Samael também teria de ser aquela que nasceu de Samael.



Ela até cria um quadro da Santa Mãe, onde Aparece a imagem de Alessa segurando um Bebê, com a legenda "Santa Alessa - Mãe de Deus, Filha de Deus", referindo-se a Alessa e Cheryl, duas metade de uma mesma pessoa, que traria "Ele" ao mundo.



Claudia contrata Douglas para rastrear e "resgatar" Heather, alegando que ela foi sequestrada por Harry Mason. Após localizar Heather, ela passa a torturá-la, usando e abusando de suas habilidades especiais, tornando o dia de Heather um verdadeiro inferno. 

Claudia faz questão de mandar uma de suas criaturas assassinar Harry, para deixar Heather com mais raiva ainda. A razão? Simplesmente ela queria que Heather alimentasse o feto de Samael com os piores sentimentos possíveis.

Mas seus planos falham, pois a própria Heather aborta Samael.



Ainda assim, Claudia não desiste, pega o feto de Samael recém abortado e o engole, dizendo que se Alessa não o traria ao mundo, ela mesma o faria.

Apesar de Claudia ter as mesmas habilidades de Alessa, ela não passou pela mesma tortura que ela, nem tinha toda a carga emocional negativa de Alessa e suas reencarnações, logo, o feto engolido (eca) funciona como um tipo de veneno que converte o corpo de Claudia em uma das figuras monstruosas de Silent Hill. 

Claudia morre no momento em que se converte num monstro, e Heather apenas derruba esse monstro.


Douglas Cartland




















Ele foi o detetive particular contratado por Claudia.

Ele faz seu primeiro contato com Heather em um Shopping, fora de Silent Hill, onde a mesma acaba ficando assustada e tenta fugir, se prendendo na realidade distorcida do Shopping.

Douglas investiga um pouco mais o caso de Heather, e algumas suspeitas dele se mostram reais. 



Uma delas é o fato de Claudia ter afirmado falsamente que Alessa havia sido sequestrada por Harry e teve seu nome mudado para Heather, para dificultar seu resgate. Ele conversa com Heather e percebe que ela ama o pai. Principalmente depois que Harry morre.



Douglas se sente extremamente culpado por ter feito seu trabalho, e decide ajudar Heather a se vingar de Claudia e impedir que o ritual de Samael se complete.



Ele quem leva Heather de carro até Silent Hill, para acabar com Claudia. Ele também chega a encontrar Claudia primeiro, e tenta matá-la, porém é impedido e quase morto por um dos monstros dela.



Douglas no final leva Heather, alias, Cheryl de volta pra casa, a casa da mãe adotiva dela, ex-esposa de Harry.

Um detalhe interessante é que, Douglas foi contratado por Claudia, uma antiga membro da Ordem, porém ele não tinha nenhuma ligação com a mesma, nem era um crente. Dai vem a dúvida: Como Claudia o descobriu? 



Tipo, ele menciona que já fez um trabalho no passado em Silent Hill, mas não obteve bons resultados, sem detalhar nada. Ele também chega a comparar Heather com seu falecido filho, que era um Assaltante de Banco e tinha morrido por conta disso... Da até pra deduzir que no futuro haverá algum jogo explicando melhor o caso Cartland, mas até hoje, dos 8 jogos e 2 filmes oficiais, não me recordo de ouvir esse nome, além do SH3 claro.


Vincent



Ele é um líder religioso, membro da Ordem. 



Apesar de seguir e servir o mesmo culto, ele não acredita que o renascimento de Samael deva acontecer. Menosprezando completamente os ideais de Claudia e Alessa (E da "Velha Louca" Dahlia), Vincent busca impedir que o ritual se finalize. (provavelmente tem rabo preso e não quer a paz no mundo pois tem medo de ser condenado por alguma merd4 que fez) 



Vincent não é uma Criança da Ordem, porém é rico. Tem até um momento no jogo que ele joga uma indireta pra Claudia e Heather, dizendo que o super poder dele, o Dinheiro, é melhor que o delas.

Vincent quem recomenda à Heather buscar por um amuleto chamado Metatron. Ele a manda a um hospital para falar com um tal de Leonard, e obter uma arma eficiente contra Deus: O selo de Metraton. Claro que pra isso, ele usa o nome de Douglas, alegando que foi uma mensagem do próprio para ela, com detalhes e tudo mais... suspeito não?!



Vincent não conquista a confiança de Heather em momento algum, nem mesmo depois de bater de frente com Claudia e ser assassinado na frente de Heather. Ele discute com a fanática e em seguida, vira as costas e grita pra Heather usar o amuleto... Claudia o esfaqueia e depois tem uma conversa com Heather enquanto ele agoniza... só pra ferrar o cara abre a boca e começa a blasfemar, provocando a ira de Claudia e sendo novamente esfaqueado, dessa vez no peito, morrendo. O corpo dele some... lol


Leonard Wolf


O Leonard de quem Vincent falou em nome de Douglas (telefone sem fio hein) é nada mais nada menos que o pai de Claudia, internado no hospital, como louco. 

Ele possui os segredos do Selo Metatron, e pra melhorar, ele odeia os ideais de Claudia. Diria até que ele compartilha dos ideais de Vincent, onde a paz na Terra não seria para todos, e o rabo preso come solto... 


Leonard quase ajuda Heather, quase, até ela dizer que acha o culto uma loucura e não curte A Ordem... Palavras que fizeram Leonard pirar, porque ele também era um fanático (Na Ordem, quem não é?) 


O momento que ele da as caras é numa batalha na água, já numa forma monstruosa. Antes disso, todo contato que há com ele é apenas por audio, seja por telefone ou ecos. 

Leonard morre pelas mãos de Heather, e ela consegue o Selo de Metatron dele.


Stanley Coleman


Stanley, Stanley, Stanley... eu me lembro de ter visto esse nome em algum lugar além do SH3... vou pesquisar depois e atualizo aqui, caso descubra. Esse Coleman me soa familiar...

Enfim, ele é um maluco que ajuda Heather no Hospital, quando ela está em busca de Leonard. Ele não aparece pessoalmente e também não fala em momento algum. Ele é um tipo de fantasma escritor... fanático (Ah vá!).



Ele deixa recadinhos para Heather em seu caminho, sempre com uma boneca estilo Barbie do lado, e sempre declarando seu amor por ela. 



Sua ajuda não é direta, mas sempre que Heather encontra alguma mensagem dele, alguma merd4 acontece em seguida. Logo, serve como um tipo de anúncio de problemas detectados.

Stanley fica paquerando Heather até sua última mensagem, onde ele desiste de tentar fazer Heather pegar sua boneca de presente e a quebra, arranca a cabeça e alguns membros, no bom e velho estilo psicopata.



É inclusive revelado que Stanley está morto e enterrado, renomeado como "N° 7". Essa parte do "enterrado" não da pra ter certeza, pois Heather chega a entrar num necrotério com corpos enumerados, incluindo um "N° 7" mas, sem nenhuma ligação com Stanley. Pode ser ele la, ou pode ser ele em algum outro jogo, como número sete. No SH4 tem muita gente renomeada por número... e no Homecoming há uma visita a um cemitério com direito a mausoléu e tudo... também lotado de gente renomeada por números... enfim... não da pra ter certeza. O que se sabe é que ele é um fantasma apenas.


Harry Mason




Ele morre em sua poltrona, frente a televisão. É praticamente uma reprodução de um corpo encontrado por James no Silent Hill 2. Se é o mesmo corpo, ou seja, se Harry apareceu no Silent Hill 2, preciso confirmar. Eu vou verificar a imagem, e se for de fato muito semelhante, posto aqui logo abaixo, ambas, em comparação.


Não é exatamente a mesma cena, mas eu não me atentaria aos mínimos detalhes, afinal os jogos foram produzidos em tempos diferentes, com gráfico e designe diferente... A mera ideia do corpo morto frente a TV em uma poltrona já é bem convincente... É o que eu acho.

Harry conversa com Heather por telefone mas nem é possível ouvi-lo. Sua morte afeta muito sua filha, e ele é temporariamente sepultado em seu quarto, até que Heather retorne de Silent Hill e o enterre.



É uma pena, mas pelo menos ele viveu mais 17 anos depois do Silent Hill 1.

Heather fica tão abalada por causa dele, que acaba ressuscitando ele... mas isso eu falo em outra análise xD.



Personagens Secundários



Numb Body (Que Por4 é Essa?!)

No título, eu coloquei o nome como eu chamo essa coisa no jogo... sim, sempre que o vejo eu falo "Que Por4 é Essa?!" com o 4 sendo A, mas eu não gosto de digitar palavrão, fica feio.


Ele representa algo, fato. Todos os monstros de Silent Hill representam algo... porém... Olhe bem pra ele. O que ele te lembra? É... difícil né... parecem pernas de algum animal serrado ao meio e com a pele retirada certo?! Errado! Ta... meio certo... realmente parece isso. Mas sua representação não é isso.



Em Silent Hill 3 temos dois poréns ao tentar interpretar a fonte dos monstros e suas bases representativas.

Primeiro: Temos duas cabeças de Crianças da Ordem trabalhando simultaneamente na mesma realidade. 

Em Silent Hill 2, eram três cabeças, mas eram em realidades separadas que em alguns momentos se uniam, por mero e inconveniente acaso. 



Já aqui, temos a Mente de Claudia e a Mente de Heather trabalhando simultaneamente. E pra piorar, a Mente de Heather tem um sério problema de transtorno de personalidade, carregando também A Mente de Alessa e A Mente de Cheryl, sem definição. Logo, temos Heather, Claudia, Alessa e Cheryl trabalhando na montagem da bizarra versão paralela do universo... doido não?



Segundo: Alguns seres não representam fisicamente animais, objetos desejados ou qualquer coisa material... não... Alguns dos seres em Silent Hill 3 apresentam Sentimentos Fisicamente Manifestados. 

Cheguei a falar disso na análise de Silent Hill 2, onde um dos monstros (que andava abaixo do chão) representava o sentimento de estar preso ou algo assim... é basicamente isso que vemos aqui, mas em maior escala.

Dito isso, aqui vai o real significado dessa... coisa:



Ele representa a preocupação de Claudia com o desenvolvimento saudável de Samael, dentro de Heather. 

É mais simples do que pode-se imaginar. Essa figura se assemelha a um embrião em desenvolvimento. Um embrião humano em desenvolvimento começa com uma Calda que vai sumindo conforme ele cresce. Também tem o fato dele ficar meio, enrolado, junto, "fechado" até o momento final da gestação, quando ocorre o parto. 

A forma desse monstro se baseia nisso, mas ele não representa o embrião em si. Ele representa a preocupação com o desenvolvimento do embrião, por Claudia. 



Há momentos no jogo que ele aparece exatamente igual, porém maior. Isso só ilustra ainda mais essa interpretação, onde ele maior, porém sem mudar, retrata o crescimento do embrião em si, e não do ser vivo.



É possível dizer que é uma preocupação de Claudia, e não de Heather pois quem sabia da "gravidez" de Heather até esse ser aparecer pela primeira vez, era Claudia. Heather não sabia, logo, ela não tinha sentimento algum sobre isso. Então:                                                


Claudia 1 x 0 Heather


Closer (Grandão)



Olha pra cabeça dele... não quero induzi-lo a pensar em bobagem mas acredite se quiser, o que você pensou, se foi besteira, está correto.



Esse monstro, composto por enormes e anormais braços, pernas femininas bombadas, um vestidinho e uma cabeça de vag... digo... de órgão reprodutor feminino representa a preocupação de Claudia sobre o bem estar da Mãe de Deus, fisicamente falando.



Os braços e a cabeça representam o Órgão Reprodutor Feminino visto de Perto, daí o nome "Closer". E o corpo feminino seria a mulher, Heather, vista apenas por seu órgão reprodutor, não como pessoa.

Pesquisa "Orgao Reprodutor Feminino" depois... 
Novamente, Claudia está por trás disso. Ela só se preocupa com o lado íntimo de Heather, afinal, ela precisa que tudo esteja bem quando for necessário realizar o parto de Samael. O órgão acima da pessoa, significa que o responsável que criou o monstro não liga pra pessoa, só para seu íntimo, daí a prova de que foi Claudia quem o criou, não Heather, que alias, nem deve ter pensando em bobagem quando o viu comendo um homem... se é que você me entende ;D                         


Claudia 2 x 0 Heather


Double Head (Cachorro Zarolho)


Outro cão... isso é clichê em Silent Hill. Mas aqui temos alguns pequenos detalhes, que fazem toda diferença.

Eis um cachorro todo enfaixado com ataduras e com a cabeça dividida ao meio. Seu nome indica que ele não é só um cachorro que levou uma machadada, e sim, que cada lado de sua cabeça simboliza uma cabeça nova. 



Dessa vez quem criou o monstro foi Heather. Ele simboliza Alessa, seu medo de cães, sua forma física (quando no hospital, queimada e coberta de ataduras) e sua mente, presa em Heather. Duas cabeças, duas mentes. 

Heather deu vida à ele inconscientemente, mas ele ta la por culpa dela... ou ao menos de parte dela...


Claudia 2 x 1 Heather


Insane Cancer (Gordão)


Pelo nome, poderia ele simbolizar o crescimento de Samael em Heather, como uma célula cancerígena... mas se me recordo bem, Heather não tinha ideia de que estava grávida quando ele apareceu pela primeira vez, logo, não foi ela quem o criou. E Claudia, não enxergava Samael como indesejável, muito pelo contrário, então é tecnicamente improvável que ele tenha sido fruto dos desejos e sentimentos inconscientes de Claudia, relacionados ao crescimento indesejado de Samael.



Mas afinal, de onde ele surgiu? Bem, algo que reparei nele, é que sempre depois que morre... 



Ele "derrete" lentamente... na verdade ele murcha, como uma bexiga mesmo, e sua pele fica la, jogada no chão, só pele. 


Ou os caras se preocuparam muito em fazer uma morte manjada, ou isso tem algum significado né?!

Outra coisa que reparei é que, o que fica ressaltado nele é a barriga/tronco. Os braços, pernas e a "cabeça" são encobertos por sombras ou pele. Nada além da barriga se destaca... o que indica que isso simboliza algo mais importante que o resto... não?!

Barriga, nascimento... então né... Talvez ele simbolize a preocupação de Claudia com o crescimento da barriga de Heather, que ao perceber que está "engordando" poderia tomar providências contra o indesejado ser em sua barriga, abortando.

Temos alguns detalhes extras também, como o fato dele sempre estar dormindo quando encontrado, e ele só levanta quando Heather se aproxima. Também tem o fato dele na realidade ser "ela". O corpo gordo se assemelha mais a um corpo feminino obeso do que um masculino... da pra perceber mais facilmente quando visto de costas.

A barriga lutando contra Heather ao ser percebida. Ele levantando quando ela se aproxima... simples não?!

Ah, sobre o monstro derretendo: Somente pele sobrando após derrotado indica que o sentimento em que essa criatura se baseia é ligado a ideia de uma barriga se formando, apenas isso, sem se importar com o que existe dentro dela, apenas com seu crescimento ou aparição perceptível. É como uma bexiga sendo inflada e desinflada, sem ligar pro tipo de ar que a preenche. Simples mesmo não?!


Claudia 3 x 1 Heather


Pendulum (Gira-gira do Capeta)


Achei que esse seria o mais difícil de explicar mas acabou sendo até o momento o mais fácil Oo... 



O Pendulo, formado por dois troncos humanos unidos pelos quadris, com laminas que giram e giram enquanto eles voam e fazem uma barulheira chata pra caramba de serras se serrando... é a representação de Heather e Alessa, e a constante e descontrolada troca de personalidades entre ambas, no corpo de Heather. 



De fato quando ele surge, Heather já tem uma certa noção de que tem alguém mais em sua mente.

Ah, ele girando e cortando geral, simboliza a dor que a bipolaridade de Heather pode causar naqueles que estão próximos. Bizarro não?


Claudia 3 x 2 Heather


Scraper (Caras das Lâminas)



Eles parecem uma versão fraca de um dos chefes do jogo (O que mata Harry). Eles aparecem aos montes próximo ao final do jogo, e só causam medo pela aparência, já que são fáceis de derrubar.


O nome, traduzido de forma grosseira significa "Raspador", e eles são chamados assim por ficarem raspando as lâminas umas nas outras.




Se reparar bem, é possível ver que eles usam luvas de borracha e roupas que encobrem o corpo inteiro, incluindo a cabeça, além de armas pontiagudas sem muito sentido, ou utilidade, além de furar.


Eles seriam uma reprodução do assassino do pai de Heather, surgindo próximo ao fim de sua busca por vingança, para impedi-la ou motiva-la ainda mais. Por ser uma reprodução de sua mente, a forma que eles tomam se baseia em uma das maiores preocupações dela no momento, que seria a busca de formas para por um fim em Samael, antes dele (re)nascer.




Talvez nem tenha passado pela cabeça de Heather, mas a ideia de abortar faria sentido no momento, afinal Heather iria dar a luz a um demônio, e um dos métodos para o aborto é a perfuração.

Daí o formato deles, uma mescla entre o assassino de seu pai e uma das formas dela por um fim em Samael. Um ser humanoide preparado para um processo cirúrgico ilegal focado na perfuração de um útero. Um verdadeiro assassino...




Claudia 3 x 3 Heather


Slurper (Jacaré Chato)



Eles surgem pela primeira vez nos esgotos, logo depois que Heather lê um artigo bobo sobre Crocodilos nos Esgotos. De inicio, eles atacam somente quando ela anda nas águas dos esgotos, mas nas ultimas etapas, eles surgem nos corredores da igreja, e ficam atacando sem qualquer restrição.




São muito chatos, e sempre empurram e derrubam Heather com facilidade. Eles não conseguem levantar e só rastejam, rápido e sempre fazendo muito barulho.


Entre várias teorias, o mais óbvio é o correto. Eles representam a apreensão de Heather quanto ao desconhecido e inesperado. Seja um Crocodilo nos Esgotos ou uma Criança Engatinhando. Eles tem uma evidente forma humanoide e masculina, e o fato de só conseguirem engatinhar lembra um pouco bebês em sua fase inicial.

Mas o principal significado deles é esse: Apreensão Contra o Desconhecido e Inesperado de Heather.




Claudia 3 x 4 Heather


Nurse (Enfermeira Tábua Corcunda)




Eu as achei tão curiosas. Quando comparei as Enfermeiras de Silent Hill 2 com as do 1, vi que as do 2 eram muito mais gostosinhas. Daí, vi no 3 essas enfermeiras, magras e com roupas nada sexys, e pra variar, corcundas, igual as do SH1.



As Enfermeiras de Silent Hill 3 são uma representação personificada das funcionárias que perambulavam pelo hospital. Diferente das Enfermeiras de SH1, que eram pessoas reais manipuladas por um parasita, que ficava bem visível em suas costas, as do 3 não tem nada preso a elas, e algumas até usam Armas de Fogo para atacar, logo, elas são criações de Silent Hill. Agora em que se baseiam é complicado dizer.


Sua aparência nada sensual indica que são criadas pela mente de uma mulher sem qualquer atração por outras mulheres... Mas ambas as Mentes da Ordem são de mulheres agora, logo... Quem as criou?



Esse foi o mais próximo que consegui chegar de "vulgaridade" nas Enfermeiras de SH3... E foi difícil levantar a saia viu...
Dizer que foi Alessa, por conta das enfermeiras que a visitavam, dai o desprezo por elas as colocou la, para atrapalhar seria tão correto quanto dizer que Claudia desprezava tanto as enfermeiras do hospital em que seu pai estava internado que, acabou criando involuntariamente esse ser humanoide, semelhante as enfermeiras.


Sabe a Lisa Garland? Ela foi citada em uma  lembrança rápida de Heather/Alessa... legal né?

Como eu não sei quem é a mente por trás delas, vou considerar a mente mais perturbada, a de Claudia, porque ela é uma comedora de embriões! (E assim eu empato o placar!)



Claudia 4 x 4 Heather 


Além dos personagens secundários, sempre tem aqueles "chefões" que aparecem 1 vez só, de tão fod4s que são...

Split Worm (Minhocona)




É o primeiro chefe do jogo. Ele é uma minhoca "grande" que fica passando de buraco em buraco pra tentar surpreender Heather e come-la.


Ele tem uma camada impenetrável e só é possível feri-lo quando ele abre a pele da cabeça e se expõe.


Apesar de lembrar, e das circunstancias apontarem para uma possível referência a um Orgão Reprodutor Masculino, eu não diria que é isso.


Ele é pequeno, só é grande em tamanho mas, se comparado com uma cobra ou minhoca, ele não tem o comprimento adequado. Se fosse uma referência ao órgão ele seria mais comprido, é a lógica, e mesmo assim não faria sentido algum, alias nem sei porque mencionei isso... mas enfim...




Ele representa, provavelmente, um ovulo com um bebê dentro. Explica o fato de só ser possível feri-lo quando o mesmo se abre, pois a camada protetora (ovulo) é impenetrável e quando aberta o bebê seria facilmente machucado.


Ele fica entrando em buracos durante a luta, poderia isso representar o ato do parto, e o caminho que o bebê faria para nascer.


Agora quem é o responsável pelo aparecimento desse ser? Provavelmente a Claudia.


Heather nem imaginava que estava grávida quando ele surge, logo, ele deve representar o sentimento de Claudia com relação ao momento de nascimento de Samael. A preocupação dela... não com a saúde de Heather, pois isso é o de menos...



Claudia 5 x 4 Heather


Missionary (Assassino de Harry's)




Ele é o chefão que assassinou Harry. Um servo de Claudia, invocado para a dita missão. Ele é deixado por Claudia no telhado do prédio de Heather, junto com ela, para que ela posse em prática sua vingança pela morte de seu pai. Claudia até diz "Não fui eu quem matou, foi ele. Eu só dei a ordem."




Mesmo assim, após a morte do Assassino de Harry's, Heather se sente insatisfeita e alimenta seu ódio com o nome "Claudia" e é ai que ela decide viajar pra Silent Hill e caçar a lunática.



Sua forma, como já mencionei, simboliza um cara trajado para um procedimento cirúrgico duvidoso. Seus instrumentos, são exageradamente enormes, por causa da mente perturbada de Heather. Ele não é quase nada diferente dos Caras das Lâminas, exceto pelo fato dele ser bem mais forte, rápido e resistente. Ele é visto por Heather, mas é criado por Claudia logo:


Claudia 6 x 4 Heather


Leonard Wolf (Pai de Claudia)



Ele é o pai de Claudia, por incrível que pareça. Ele quase ajuda Heather mas como eu também já disse, ele fica bravinho quando ela insinua uma rejeição à Ordem, daí ele ataca.



Antes disso, ele estava disposto a ajudar Heather a lutar contra Claudia, e mesmo sabendo do ódio recorrente de Heather por sua filha, ele estava disposto a fazer todo o possível para que seus próprios ideais vencessem. Leonard pensava parecido como Vincent, mas ao mesmo tempo, diferente(???). Enfim, ele morre e seu amuleto de Metatron fica em posse de Heather. (No caso, nem eu entendi minha frase sobre o pensamento dele... eu hein)



De toda forma, mesmo sendo pai de Claudia, ele foi "criado" por Heather. Se sua forma real é ou não a de um ser humanoide gigante que gosta de rastejar abaixo d'água, não importa. O que importa é que ele é assim aos olhos de Heather. Porque? Bem, provavelmente é pelo fato dele nunca dar as caras e sempre que ele fala com Heather ele insinua certa autoridade. Sua forma física é simples, apenas um ser humanoide com braços em forma de lâminas e fim, sem detalhes de mais. Representa literalmente isso, a falta de informação sobre ele e o medo de sua forma real... na mente de Heather. 



Ps. Apesar de sua forma ser uma produção de Heather, sua existência é real (não que as demais criaturas não sejam) e o "Leonard" original provavelmente está sob essa máscara criada por Heather. Fato é que tudo, cenário, água, e o monstro, são criações de Heather e sua mente maluca, pois assim que ela derrota ele, acorda no quarto dele, no hospital, com somente o Selo de Metatron jogado no chão.

Claudia 6 x 5 Heather

Memory of Alessa




Ah va... Claudia 6 x 6 Heather

Essa figura linda surge para Heather, no Carrossel. Ela aparece várias vezes, portando diferentes armas que Heather usa. Seu objetivo? Matar ou morrer. Seu significado? Ver quem tem o direito de existir, Heather ou Alessa.




Alias, o Carrossel é um dos locais mais marcantes do jogo. Os cavalos dele são todos vivos, e fincados em ganchos, e Heather precisa matá-los para que a sua forma sombria nasça e a luta entre ela e as memórias de Alessa aconteça. 




Os cavalos chegam a fazer barulho e grunhidos de morte quando atacados, é muito bizarro.


Essas formas de Alessa que surgem são como espelhos de Heather, e tem até a mesma forma física e estilo de luta dela, só mudam o visual pra um estilo mais Dark (;D).



Preciso dizer que Heather consegue o controle de seu corpo?


The God (Claudia Grandona)




O nome engana, não é "Deus". Nem se quer chega perto disso. Quando Heather vomita o embrião de "Deus", Claudia pega ele e engole, visando finalizar por conta própria o ritual de renascimento de Samael/"Deus".




Mas tudo da errado por duas razões: 1° Claudia não tinha o devido preparo. 2° O feto tinha sido envenenado por Heather e a substância de Harry.




Apesar disso, Claudia abre um portal para sua dimensão preparada como um berço para Samael, e lá, ela morre, dando vida a uma forma bizarra de si mesma, com seu corpo aberto e seus ossos expostos e por ai vai.




Essa forma não é a de Deus, e sim de Claudia deformada. E ela não é forte, só tem alguns ataques e é vulnerável de mais.





Ela não tem significado aparente... toma a forma de Claudia e seu verdadeiro eu? Um monstro, meramente um monstro, nascido da carne, pele e ossos de Claudia na tentativa falha de invocar "Deus". (ela tem o rosto de Heather?)


Então esse ponto vai para... CLAUDIA! Pois foi ela quem deu vida a essa coisa... heh...



Claudia 7 x 6 Heather


Claudia Vence!!!



Ou não:



Valtiel (Zelador)




Em SH3 não há um "Cabeça de Pirâmide" mas, tem um "ser" que aparece em alguns cantos, ou por trás das cortinas. Ele é visto em várias partes do jogo, e eu iria menciona-lo mas, não sabia o nome dele. Mas enquanto eu pesquisava os detalhes e imagens pro SH3, eu achei o nome dele!!!


A principal razão para eu me sentir na obrigação de menciona-lo é o fato de que, em alguns momentos, se Heather morrer, ele aparece antes do "game over" e carrega o corpo dela... é bem estranho e sem explicação alguma aparente.




Na primeira vez que ele apareceu, eu mesmo achei que era o Cabeça de Piramide, pois quando ele surge, só mostra da cintura pra baixo, e é um avental muito semelhante ao do piramide. Mas ele agacha pra pegar as pernas de Heather, e da pra ver sua cabeça, sem piramide nenhuma, mas também coberta, com um tipo de pano...


Depois de descobrir a existência dele, eu reparei que ele aparece mesmo em toda parte do jogo, seja no fundo do cenário, seja torturando algum monstro, etc... o mais bizarro é que, no final, quando Claudia "morre", ele aparece e "cuida" do corpo dela... é muito estranho.



Basicamente, ele é o zelador de Silent Hill, aos olhos de Heather. O fato dele não interagir diretamente com ela, não o torna insignificante... mas sim... não participativo. Ao menos ele não ataca Heather, mas ele quem é responsável pela limpeza de tudo... legal não?!



Toda inocente subindo a escada de mini-saia, dai surge um pervertido como Valtiel pra se aproveitar... 

Ele pode ser tanto fruto da mente de Heather quanto da mente de Claudia... não importa muito, pois ele aparece nas mesmas circunstancias pra ambas: Quando Heather morre ele aparece e quando Claudia morre ele também aparece, sempre limpando a sujeira dos outros.


Mas só de birra, vou dar esse crédito pra Heather, assim empata tudo e fim xD



Claudia 7 x 7 Heather


EMPATE!!!



Heh... só pra encerrar:


Esse jogo é uma continuação direta de Silent Hill 1, e ele conta com muito mais detalhes e alguns elementos do primeiro SH. Apesar disso, também há várias referências ao Silent Hill 4, exatamente como Silent Hill 2 fez. É estranho mas, são tantas peças que levam ao 4 que te deixa meio encabulado, afinal: 

Pra que tanta referência ao quarto jogo?

Se você jogou o quarto game deve ter percebido que ele não é muito parecido com os três primeiros... 

Quando eu fizer a análise do 4, você entenderá melhor e também vai saber porque se preocuparam tanto com as referências à ele.

Basicamente, os Silent Hills mais odiados são o 4 e o Shattered Memories... que são os SHs que mais se preocuparam em anunciar e divulgar. Por isso que eu quero tanto chegar neles (5° Análise - SH4 e 8° Análise - SHSM) pois irei acabar com todo esse ódio, explicando completamente a franquia Silent Hill. As pessoas odeiam o que não conseguem entender. É triste mas é uma verdade. E eu tenho orgulho de ter entendido, e passarei essa interpretação para você. Cada passo de uma vez... 

Existem vários segredos no três... por exemplo, depois de salvar da pra pegar um Sabre de Luz... cara... é muito fod4... mas eu tive de desconsiderar muitos desses "bônus" pois praticamente todos são apenas para estender a vida útil do jogo. Um desses segredinhos é o combo de referências ao Silent Hill 2, que aparece no jogo quando você usa um Memory Card com o Silent Hill 2 salvo, para salvar seu progresso no 3. Apesar de curioso, isso não interfere em nada no enredo, e caso interferisse, não deve ser considerado, pois não é parte fixa da história, é só um bônus.



Todas as informações que eu apresento são diretamente ligadas aos jogos. São informações que qualquer um pode obter, só sendo um pouco mais atento, e é exatamente por isso que eu tenho tanto orgulho. Se eu consegui achar e juntar coisas que estão la, na cara do jogador, significa que eu fiz algo que qualquer um poderia ter feito, mas que não fizeram. Sou especial *-*... brincadeira...

Eu disse isso só para caso alguém que estiver lendo essa análise decida criticar ou desmerecer algo dela, por não concordar com algum fato citado. Se você não concorda, jogue de novo, pois ta la, foi do jogo que eu tirei, e é no jogo que está. Só abrir bem os olhos e procurar.

É isso. Se gostou ótimo, se não gostou, espero que você escreva algo melhor... ai que ignorante de minha parte. Perdão, se você leu até aqui é porque provavelmente gostou, e eu não tenho direito algum de esnobar sua atenção. Eu agradeço pela paciência, e espero que tenha gostado. Do contrário beleza, comente, me diz o que eu fiz de errado, e quem sabe a gente se entende!? Vlw!

38 comentários:

  1. aqui e o sr.pecador( atrasado como de costume nos comentarios ,desculpe ) gosto muito de suas analises da serie,pois percebo que voce e um admirador da mesma,como eu,.jogar uma continuaçao tao boa e que respeitou a origem como essa foi demais,o personagem que mais gostei foi leonard wolf,tive muito medo ao enfrentalo,o clima sombrio desse game ficou na memoria dos fas como um dos mais agoniantes da serie ate hoje,sem fala naqueles jacarezin malditos mordeno o pe dagente,eu sempre corria deles,tambem saber da morte de harry foi muito triste,enfim eu como grande fa gostei demais do tres,agora espero pra ver o futuro da serie,se nao me engano quem vai fazer o proximo silent hill e o hideo kojima ( metal gear ) so de ser japones fico esperando coisa boa pois eles sao os melhores nesse genero,acho que ja to encheno o saco no seu blog,mas nao conheço muitos que foram crianças da ordem,tchau.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai... te farei um favor e deixarei um spoiler das minhas próprias futuras análises:

      Essas são as Principais Crianças da Ordem de cada jogo:

      Silent Hill Origins : Principal Criança da Ordem é Travis Grady (Caminhoneiro)
      Silent Hill 1 : Principal Criança da Ordem é Alessa Gillespie (Mina Queimada)
      Silent Hill 2 : Principal Criança da Ordem é James Sunderland (Gasparzinho)
      Silent Hill 3 : Principal Criança da Ordem é Claudia Wolf (Mulher Comedora de Embriões)
      Silent Hill 4 : Principal Criança da Ordem é Walter Sullivan (Menino Mal)
      Silent Hill Shattered Memories : Principal Criança da Ordem é Cheryl Mason (Menina Má)
      Silent Hill Homecoming : Principal Criança da Ordem é Joshua Shepherd (Criança Injustiçada)
      Silent Hill Downpour : Principal Criança da Ordem é Frank Coleridge (Senhor Injustiçado)

      Durante a análise final explicarei cada um deles, detalhadamente: Porque são Crianças da Ordem, quais as provas concretas disso e também falarei das demais crianças, que também existem aos montes.

      De toda forma Sr. Pecador, espero que você esteja certo em seu otimismo pelo próximo diretor de SH... afinal, nunca se sabe o quanto o cara conhece sobre a trama, mesmo sendo o novo diretor... né?!

      Um título "oficial" pode ferrar/menosprezar o trabalho de anos (megamaaaaaanxmaverickhunteeeeeer)

      De toda forma, até Sr. Pecador.

      Aliás... primeiro comentário hein... achei que ninguém tinha lido a análise do 3.

      Excluir
  2. obrigado pelos spoilers,vai me ajudar muito no entendimento da historia, mas quando eu falo que nao conheço muitas crianças da ordem quero dizer voce!desculpe se ofendi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou uma Criança da Ordem? Quem dera... minhas habilidades mentais não alcançam grandes feitos... no máximo enxergo dinossauros...

      Excluir
  3. Muito bom cara! Realmente gostei das analises. ANALises seria uma palavra forte depois de tantas analogias escondidas no game hehehe, eu considero um estudo do game.

    Enfim, voce parece ser um fã da serie. Eu tenho muito medo de jogar esse jogo.
    Mas foi bom ler e ver as informações, esse lance de spoil é mais uma parada internacional.

    Essas crianças da ordem foi outra grande descoberta.

    Enfim, conheça o jogo Darkeden https://www.youtube.com/user/guitarspectre
    talvez não faça o seu tipo, mas ele é cativante e com o tempo você vai enlouquecer e se tornar um amigo ou inimigo dentre os jogadores, todo mundo consegue fama no game (servidores privados).

    Pro caso de tu n jogar jogos online, ou achou os graficos ruins não importa, fico grato em compartilhar hehehe.

    SPOIL vs PROPAGANDA

    Td de bom, continue com o trabalho, o jogo promete muita sequencia ainda! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem grila, seu comentário foi mais do que válido... eu também vivia encucado com essa palavra... ANALise... bem tenso.... verei o que acho do jogo e te respondo... minha alma pertence a Ragnarok

      Excluir
  4. Mais uma grande análise!Gostei muito mesmo, mas depois falo mais dela pois agora tenho que ir!Até a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sussa, quando puder comente, se tiver dúvidas ou críticas, serei todo ouvidos.

      Excluir
    2. Então como eu disse amei a análise, e até acertei no significado de alguns monstros mas tenho uma bomba sobre Valtiel: a função dele para Heather é RESSUSCITÁ-LA SEMPRE QUE ELA MORRER!O objetivo disso é fazer com que Samael nasça de qualquer jeito!Isso eu vi numa comunidade sobre SH e achei muito foda!!

      Excluir
    3. Então, não... sobre Valtiel... ta, provavel que também... ah não sei... não sei. Eu nunca vi qualquer gesto dele tentando trazer ou salvar Heather, pelo contrário, sempre que ele aparece ele faz algum tipo de manutenção e/ou arrasta o corpo de Heather. Outra coisa, Heather nunca foi "ressuscitada" e mesmo se você morrer, isso não acontece, pois você retorna o save da última gravação, como se nada tivesse acontecido, não do último ponto visitado, posterior a morte.

      Ta, poderia ser uma explicação, mas nah... Valtiel não tem o poder de trazer nada a vida, e sim, dar suporte, foi como relatei na análise.

      Mas, mesmo eu tendo total convicção de que a função citada na análise seja a correta e mais concreta, eu não vou discordar de qualquer outra hipótese ou teoria. Cada um interpreta da forma que quer. Aprendi isso.

      Excluir
    4. Isso eu creio que deva ser uma interpretação. Para mim ele é um tipo de ''guardião'' da cidade, responsável pela transição para o outro mundo (conforme pode-se ver quando ele gira aquela alavanca vermelha) responsável por vigiar a cidade.

      Excluir
    5. Valtiel tem muitos significados. Até o momento eu só descrevi um deles. Os jogos onde Valtiel surge são Origins, Homecoming, Downpour, 2 e 3. Eu só falei de 2 deles... deixa eu terminar tudo que explicarei ele e seus reais significados completamente.

      Excluir
    6. Alice agora... pq terminei KH!

      Excluir
    7. Fui rápido nela, agora to pensando na próxima.

      Excluir
    8. Se quiser posso postar a de DmC, to com tudo printando e já possuo a análise... mas queria postar de DMC4 primeiro... por questões de cronologia... só que nesse caso eu teria de jogar de novo, e se for pra fazer isso, prefiro que seja com um SH, afinal tb to atrasado com as análises de SH. Mas bele, vou deixar um Dust an Elysian esse fim de semana e dai consigo mais tempo pra outras postagens.

      Excluir
    9. Faltando tempo... e to empolgado com Castlevania

      Excluir
    10. É... Castlevania. E se bobear vai rolar análise dele kkk... mas não curti muito o jogo não. O primeiro e o segundo da Lord of Shadow são beeem diferentes... mas o primeiro é separado por partes que cansam... tipo... são trechos de jogo, numa sequência... mas... fica meio sem graça... não sei se sou eu ou o que é... mas não consigo manter o foco no primeiro por muito tempo... a cada trecho finalizado eu tiro do jogo, de enjoou... mas volto porque quero zerar... mas... é complicado. É um jogo lindo, com história linda, gráficos lindos, jogabilidade não tão mal... mas... o jogo é desenvolvido de forma estranha... chega a ser um pouco chato. Enfim, vou zerar e analiso.

      Excluir
  5. Shady Morte gostei da sua analise vale nota 10 ou até mais.Mais eu fiquei numa duvida sobre as pernas das duas mulheres de baixo da cortina quando começa o trailer do jogo vc sabe me explicar quem são agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pergunta rápida, resposta rápida. O tema do jogo é "dupla personalidade" se parar pra pensar, onde a protagonista (Heather) luta contra a personalidade de sua antiga... "encarnação" (Cheryl) que por sua vez era uma "segunda metade" de Alessa. Pois bem, na imagem que você citou, temos Valtiel rodando uma válvula embaixo de duas mulheres (aparentemente, pois usam vestidos) de tamanhos diferentes. Se olhar bem é fácil reparar que a garota da direita é bem menor que da esquerda, mas ambas vestem a mesma roupa (vermelha, talvez pela coloração da paisagem, ou por sangue, questão que a imagem distorce justamente na parte em que o vestido aparece, o que não deixa bem claro se são realmente vermelhos ou estão com a cor modificada por fatores externos) Logo, pode ser uma referência rápida a Cheryl e Alessa, e suas personalidades, sendo torturadas por Valtiel. Sabe-se que, as memórias retornam para a cabeça de Heather no final do jogo e causam consequências para ela, gerando um transtorno de personalidade (ela assume o papel de Alessa por um tempo) e até rola o Shattered Memories por causa disso... então, é possível dizer que a imagem em questão é uma referência ao conflito de personalidades entre as várias garotas na mente de Heather. Respondi bem????

      Excluir
  6. Ei cara vc é fod4 mas eu queria saber como ganha o sabre de luz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vlw sr Walter!

      Só terminar o jogo (usando armas brancas na maioria das vezes) e começar um novo. Dentro do Shopping, o sabre fica numa porta no final de um corredor, no segundo andar, depois de encontrar o primeiro monstro (aquele em que Heather atira feito louca) daí tu passa pela escadaria e vai pro segundo andar, no final do corredor tem uma porta que não abre, só mexer nela que o sabre sai da maçaneta.

      https://www.youtube.com/watch?v=VFvJAWjwvuI

      Excluir
  7. Cara sinto que fui desinteressado em meu comentario deixe eu me expressar melhor vc é o melhor analista de games que ja vi vc alem de descobrir coisas no proprio jogo vc tambem pesquisa a fundo tudo sobre o jogo em questão eu tento ser fã de silent hill mas como ser fã de algo que mal se conhece então resolvi procurar melhor na internet analises de sh e eu achei varios mas nenhuma com a riqueza de detalhes que as suas analises tem enfim lendo quase todas as suas analises me tornei ainda mais fã dessa maravilhosa serie de jogos e me tornei tbm um grande fã seu continue sempre tão profundo nas analises flw abraço do agora seu fã walter mason(ah so pra esclarecer walter mason é em homenagem a walter sullivan e heather mason )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr Walter... eu já tinha ficado feliz e todo orgulhoso com o "vc é fod4"... imagina agora! Sr, obrigado... eu não sei como mostrar o quanto estou grato e animado por suas palavras... ah na boa, é muito bom ver que alguém gostou tanto assim do meu trabalho. Pode parecer pouca coisa sr, mas realmente faz uma diferença estrondosa na minha vida, na minha autoestima... poxa é lindo! Obrigado e sr, eu sempre farei o máximo pra compartilhar só o que tem de melhor naquilo que eu amo!!!

      Ps.: Eu reparei nas duas "menções honrosas" em seu nick... Walter Mason é meio apelativo, imagina o estrago que uma entidade dessas faria no universo de SH... É muito monstro e espirito junto.

      Excluir
  8. Ah ia esquecendo valeu pela dica do sabre de luz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grila não, eu peguei o meu na sorte kkk... sua dúvida me serviu pra entender melhor como fiz Heather virar Jedi. rs.

      Excluir
  9. Ei cara o sabre é mais foda que a katana muito show esse item Acabei de zerar o sh3 mas n sei o meu final foi bom ou ruim da pra me dizer me explicar quais são os finais possiveis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que vi, o SH3 é o que tem menos salvamentos. São apenas 3, o bom, ruim ou UFO.

      O final bom, é aquele que Heather encontra Douglas e faz uma pegadinha fingindo ter ser tornado maligna, depois ambos riem e Heather decide voltar a se chamar "Cheryl", em homenagem a seu pai.

      O final ruim, é aquele em que Heather aparece segurando uma faca, na frente do corpo de Douglas. Só isso alias, é uma cena bem curta e simples.

      O final UFO é pura zoera, nem deve se considerar.

      Excluir
  10. Boa noite cara. E mais uma vez me surpreendendo hein... Eu tinha jogado o Silent Hill 3 e não conseguia fazer ligação nenhuma com os monstros. Todas as tuas conclusões trazem o mais puro sentido e a casa frase a gente pensa: "aaaaah então era isso..." Acho q a ingenuidade acompanham os jovens de 20 anos como eu... Só quero amadurecer o mais rápido possível. E deixar de ser tão inocente. Kkkk Enfim, focando na análise, pude realmente ligar os pontos. Tudo me esclareceu mais uma vez. E sobre o Downpour, finalmente consegui avançar, depois de 2 dias parado no mesmo lugar. Kkk Ouvindo Akira Yamaoka - When You're Gone pra me fazer refletir sobre as frases tão ricas em detalhes. Olha, desculpa se meu comentário tá meio "voado" ou "vazio", mas é que não sei muito bem o que dizer. Só parabenizar pelo trabalho bem feito. Só te faço uma observação:
    ...
    ...
    ...
    Brincadeira!!! Tá tudo muito perfeito e agradável de se ler. Até uma próxima e desculpas qualquer coisa. Meus próximos comentários virão com mais " conteúdo de opinião " se é que me entende.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia sr Walber (acordei agora, vacilo meu, perdi 5 horas que deveriam ser dedicadas a análise que postarei... pif...) To feliz por ter curtido a leitura sr. Cada conexão e interpretação que fiz, foi com o objetivo de explicar a ideia abstrata formada pelo conjunto de elementos encontrados no jogo. Eu digo que tive sorte, pois o trabalho dos caras foi feito de forma que permitiu tal tentativa. Não sei como o u qual a razão de terem feito como fizeram, mas fizeram, e foi bem feito... esa frase ficou bem estranha kkk... espero que me entenda sr.

      Hm... com a pratica você vai aprendendo a "brizar". Eu mesmo não sei quando que isso despertou em mim... Imaginação junto com curiosidade e bum... nasce um paranoico feito eu kkkk.

      Ainda assim, eu sempre fiz o máximo pra escrever e compartilhar apenas o que faz sentido, e busquei garantir que não era apenas loucura. Mas acredite, eu teorizo e "crio" visões diversificadas, o tempo todo... é até um saco e meio complexo me localizar nesse mar de ideias, por isso eu digo que... sr... apenas absorva e aprenda, sem pressa.

      Repito que fico muito feliz pelo sr ter curtido, e agradeço muito pelo apoio, incentivo e atenção e sr, aproveite meus textos!!!

      Se perceber qualquer coisa estranha, não exite em observar, o sr é legal...

      Eu fico feliz de mais sr Walber...

      Excluir
  11. Desculpa mais uma vez os erros. Escrevi nas pressas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupe. Deu pra entender sr Walber... e pode comentar a vontade, se ficar algo difícil de entender eu perguntarei nem grila.

      Excluir
  12. Depois de jogar Silent Hill 3 eu vim aqui "correndo" porque, afinal, quem não chega até os confins da internet pra saber mais informações sobre o jogo que você acabou de terminar? Bem...confesso que eu fiquei com um certo preconceito com esse jogo. Por quê? Porque eu vi ou li, não sei aonde, que ele era bem fraquinho comparado aos antecessores. E o pior de tudo: os monstros não tinham significados, eles só estavam lá porque sim...
    Também não sei se você só escreveu o que achou que fosse verdade sobre eles ou essas informações foram tiradas da Deep Web :)
    Agora vou ler sobre o 2.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou tão sinistro assim ao ponto de parecer ser algo da Deep Weeb? Confesso que a muito tempo eu acabava parando em sites bem estranhos quando queria descobrir o significado de algo, mas com o tempo eu peguei o jeito de interpretar por conta. Esses significados, explicações e afins partem de sutis detalhes subliminares presentes no jogo, que de alguma forma eu acabei percebendo. Nem tudo eu detectei no ato, e tive de fazer algumas pesquisas por fora, mas boa parte do que descrevi coincide com o que eu observei, descobri e aprendi com o game. Acredite, eu peguei leve ainda... tentei "humorizar" um pouco pois, deus... SH3 é um dos SH com tema mais... tenso.

      Bem, eu sei que em Silent Hill tudo tem algum significado, por isso não me contendo com a resposta "Isso só é bizarro por ser bizarro, significa nada não". Eu sei que nada no mundo aparece assim do nada, tudo tem alguma inspiração. O truque é tentar entrar na mente dos designers, editores e redatores, e buscar compreender o que eles pensavam na época que desenvolveram tais personagens. Uma boa ferramenta e dica pra isso encontra-se no enredo do jogo propriamente dito, afinal era isso que pairava na mente dos desenvolvedores durante o desenvolvimento. O importante, é sempre saber dosar imaginação com fatos e, deduzir, supor, sugerir e concluir o que é o mais coerente possível.

      Moça, jamais se contente com respostas incompletas, se você achar que tem algo errado, ou algo faltando, ou simplesmente não concordar, busque as respostas que lhe satisfaçam. Caso contrário se sempre vai ficar com o gostinho amargo da dúvida...

      Passei muito por isso, e dei sorte que enlouqueci e me apaixonei por teorização, interpretação e analises... caso contrário eu acho que estaria com inúmeras dúvidas até hoje, pois é difícil achar gente que se arrisca a interpretar livremente.

      Silent Hill 2... heh... eu achei que ia ser a análise mais tranquila e aceita quando eu fiz, e acabou se tornando a mais refutada e repudiada por vários conhecedores da franquia... tudo porque eu percebi, destaquei e expliquei algo que parece que ninguém deu importância. Pif... eu mesmo fiquei com dúvida da minha interpretação e sai pesquisando por tudo quanto é canto, fórum, comunidades, wikis e até livros (pois é) e no final, acabou que eu tava certo, ou pelo menos confio plenamente no que digitei.

      Se vai curtir... eu espero. Apenas lembre-se srta Daniela, que só valerá aquilo que lhe convencer e soar "verdadeiro e completo". Se parecer estranho, forçado, raso de mais ou simplesmente inventado, desconsidere e busque sempre por aquilo que responda suas dúvidas.

      Mas agora, falando de fan pra fan... eu pesquisei muito antes de por cada palavra no texto então pode ter certeza que meu trabalho e ideias são confiáveis. Eu simplesmente amo SH e seu "multi-verso".

      Boa leitura e see yah lady.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+